Young Fathers surpreende e vence Damon Albarn e Royal Blood no prêmio de melhor disco britânico

Disco Dead, do trio escocês de hip-hop, vendeu menos de 2,5 mil cópias no Reino Unido
  • Imprimir
por Rolling Stone EUA
30 de Out. de 2014 às 18:53

O trio escocês alternativo de hip-hop Young Fathers foi, surpreendentemente, o vencedor do Mercury Prize (prêmio de melhor álbum britânico do ano), mesmo diante concorrência pesada de nomes mais conhecidos como a cantora FKA Twigs, o duo Royal Blood e Damon Albarn, vocalista do Blur, em projeto solo.

Galeria: bandas que foram, mas voltaram.

O disco do trio, Dead era considerado um azarão durante a cerimônia, que aconteceu na noite da última quarta, 30, na casa de shows Roundhouse, em Londres, na Inglaterra. Entretanto, mesmo tendo vendido menos de 2,5 mil cópias no Reino Unido, ele foi declarado o Melhor Álbum Britânico e Irlandês lançado nos últimos 12 meses.

Em 2013, David Bowie e Arctic Monkeys foram desbancados por James Blake no Mercury Prize.

O resultado foi tão chocante que pode ser comparado a outros casos em que o vencedor contrariou as expectativas na história da premiação. Como quando Parklife, do Blur, perdeu para Elegant Slumming, do M People, em 1994, ou quando New Forms (Roni Size e Reprazent) triunfou sobre OK Computer, do Radiohead, em 1997.

Em 2010, o The xx venceu o Mercury Prize.

Os integrantes do Young Fathers, que surgiu em Edimburgo, em 2008, pareciam mais surpresos do que qualquer um. O discurso de entrega, feito por Alloysious Massaquoi foi um dos mais curtos em todos os tempos, contendo, basicamente, as palavras: “Muito obrigado, muito obrigado. Nós amamos todos vocês, muito obrigado”.

Entraram na premiação apenas artistas britânicos e irlandeses, que lançaram discos durante os últimos 12 meses. Um júri de críticos, DJs, músicos e integrantes da indústria musical decidiram a lista prévia. A partir dela, os jurados votaram em quem deveria levar para casa a honraria. O Young Fathers recebeu 20 mil libras na cerimônia de premiação.

Everyday Robots: Líder do Blur e mentor do Gorillaz lança álbum solo revelador e intenso.

No ano passado, James Blake levou para casa o prêmio pelo disco Overgrown, batendo Arctic Monkeys, Davie Bowie, Disclosure, Savages, entre outros. Entre os vencedores da premiação ao longo da história estão Pulp, PJ Harvey, Franz Ferdinand, Arctic Monkeys e Alt-J, entre outros. Veja abaixo a lista dos indicados ao Mercury Prize deste ano.

Damon Albarn, Everyday Robots
Bombay Bicycle Club, So Long, See You Tomorrow
Anna Calvi, One Breath
East India Youth, Total Strife Forever
FKA Twigs, LP1
Gogo Penguin, V2.0
Jungle, Jungle
Nick Mulvey, First Mind
Polar Bear, In Each and Every One
Royal Blood, Royal Blood
Kate Tempest, Everybody Down
Young Fathers, Dead

Recomendadas

Multimídia