• Imprimir

Donald Glover fala sobre o polêmico vídeo de "This Is America"

por Rolling Stone EUA

Depois de Donald Glover ter lançado um clipe bastante simbólico para o single “This is America”, via seu projeto musical chamado Childish Gambino, artigos e teorias surgiram de todos os cantos da internet para explicar como o vídeo é uma crítica à violência causada por armas e ao racismo. Em uma entrevista ao apresentador Jimmy Kimmel na quinta, 10, Glover contou que ficou intencionalmente longe dos comentários feitos na web para conseguir manter a sanidade.

“Alguns amigos mandaram alguns [artigos], mas na verdade, eu não tenho usado a internet desde antes de me apresentar no Saturday Night Live, na semana passada”, contou o ator-cantor-rapper no programa Jimmy Kimmel Live. “Ficar olhando os comentários é ruim para mim – sou muito sensível... Eu vejo uma crítica negativa e eu vou procurar tudo sobre a pessoa. Eu vou ao Instagram dela e falo: ‘Você não é tão legal. Esse bebê nem é tão fofo!’.”

Durante a entrevista, Glover também se abriu sobre o significado de interpretar Lando Calrissian no filme Han Solo, mais novo título da franquia Star Wars. “Eu disse ao meu agente, ‘Se eles estão fazendo um filme do Han Solo, o Lando deve estar lá, e eu quero ser o Lando!’”, revelou ele. “Ele disse para mim que eu não teria chances, o que eu agradeço, porque eu fiquei ‘Eu vou conseguir esse papel’... Eu realmente queria muito ser o Lando, porque ele foi meu primeiro brinquedo e eu sempre amei esse personagem”.

Glover disse que interpretar o personagem foi emocionante também para o pai dele, um grande fã de Star Wars que, graças ao filho, teve a chance de estar presente nas filmagens nas cenas rodadas no deserto. “Há uma cidade construída em uma ilha deserta – é uma cidade inteira!”, diz ele maravilhado. “Nós só tínhamos que passar por ela, como que passeando.”



O ator também se entusiasmou ao falar sobre o dueto com Stevie Wonder em “Superstition”, que aconteceu durante a festa de aniversário do ícone da música soul em Los Angeles. “Sou um grande fã dele”, contou. “Eu simplesmente amo tudo o que ele já fez e acho que ele tem um gosto incrível. As músicas são realmente alegres, mas também podem ser muito sombrias.”