7 grandes momentos de Levon Helm

Redação Publicado em 20/04/2012, às 13h45 - Atualizado às 13h46

Vocalista e baterista da The Band, Levon Helm morreu aos 71 anos, na última quinta, 19, vítima de um câncer na garganta (contra o qual lutava desde os anos 90). Estes são sete momentos essenciais do músico, tanto cantando quanto tocando.
AP

“He Don’t Love You” - Na gênese da The Band, o grupo chegou a gravar alguns singles como Levon and the Hawks. O som ainda estava longe da mistura de rock com americana que marcaria os discos futuros, mas já dava para notar alguns elementos disso.
“Opus 40” - Tocando com o Mercury Rev nesta faixa de Deserter’s Songs (1998), Helm ajudou a dar a textura sombria da faixa com sua bateria. Outro companheiro de Band, Garth Hudson, aparece em “Hudson Line”.
"Midnight Ramble" em Woodstock - Depois de iniciar o tratamento para o câncer na garganta, Helm voltou a se apresentar em pequenos shows que chamou de Midnight Ramble, no celeiro da casa dele, em Woodstock. Logo esses shows começaram a atrair fãs e músicos famosos.
“Forever Young” / “Baby, Let me Follow You Down” / “I Shall be Released” - No encerramento de The Last Waltz (1976), o último show da The Band (que voltaria à ativa nos anos 80, sem o guitarrista Robbie Robertson), Bob Dylan aparece para louvar o grupo que o acompanhou naquela década e na anterior.
“Ophelia” - Single extraído de Northern Lights – Southern Cross (1976), da The Band. Nesta versão, Helm leva seu Ramble ao lendário Ryman Auditorium, em Nashville. Já bastante debilitado pela doença, ele gravou ali o elogiado disco ao vivo Ramble at the Ryman (2011). Se faltam forças, ele compensa com carisma.
“Wide River to Cross” - Depois de 15 anos, Levon Helm voltou à carreira solo com Dirt Farmer (2007). Intimisma, o disco mostra um novo de cantar, adaptado pelo músico depois do impacto do câncer na garganta. O trabalhou levou o Grammy de Melhor Disco de Folk Tradicional, no ano seguinte.
“The Weight” - A música mais conhecida da The Band teve diversas versões, gravadas por inúmeros artistas, de Charly Garcia às Supremes. Na versão registrada em estúdio por Martin Scorsese para o filme The Last Waltz, Helm divide os vocais não só com o companheiro Rick Danko, mas também com o grupo gospel Staple Singers.