Cara Delevingne apoia campanha de libertação dos mamilos no Instagram; veja

Esta não é a primeira vez que a cantora se manifesta sobre a política conservadora da rede social

Redação Publicado em 11/07/2014, às 10h50 - Atualizado às 16h48

Cara Delevingne
Reprodução

Depois de Rihanna, Miley Cyrus e Scout Willis (filha de Bruce), Cara Delevingne aderiu à campanha de libertação dos mamilos femininos no Instagram.

Doze escândalos do mundo da moda

A modelo britânica, recentemente anunciada como o rosto da campanha de outono da grife Chanel, compartilhou uma foto sem blusa ao lado de um amigo. A imagem compara a censura feita ao mamilo feminino – no caso dela, protegido com uma fita adesiva - com a liberdade do masculino.

Rihanna foi banida da rede social por ter postado imagens de um ensaio fotográfico em que ela aparece sem sutiã. Após deletar as fotos censuradas, a cantora retornou ao Instagram.

Modelos que conseguiram se estabelecer em outras áreas do entretenimento

Esta não é a primeira vez que a modelo protesta a favor da campanha Free the Nipple. Em uma recente viagem a Bali, Cara publicou uma foto vestindo o polêmico “biquíni transparente”, que é estampado com a imagem de um seio.

Veja as imagens abaixo: