De White Stripes a U2: diretor Alex Courtès escolhe os cinco principais videoclipes da carreira

Redação Publicado em 18/01/2013, às 15h44 - Atualizado às 15h55

Alex Courtès
Divulgação

The White Stripes - "Seven Nation Army" (2003)

"Foi esse clipe que me lançou", disse Courtès. Me inspirei no cartaz de Laranja Mecânica,mas eu provavelmente deva parar de falar isso"


U2 - "Vertigo" (2004)

"“Eles são pessoas realmente ótimas. Foi muita sorte trabalhar com eles também”, disse o diretor, que depois dirigiu “City of Blinding Lights” (2005), “Get Your Boots On” e “Magnificent” (ambas de 2009).


Kasabian - "Shoot the Runner" (2006)

"São caras ótimos", disse Courtès. "Foi divertido fazer esse clipe porque ficamos uma semana, filmando cenas bem curtas, pintando com pincéis".


Sébastien Tellier - "Cochon Ville" (2012)

"Filmamos dentro da Catedral de Notre-Dame", relembra Courtès sobre a gravação do clipe que gerou polêmica pelas cenas fortes.


Willy Moon - "Yeah Yeah" (2012)

"Para escolher trabalhar com um artista, existem muitos fatores. Precisa haver espaço na agenda, em primeiro lugar. Mas também tenho que gostar. O Willy Moon, por exemplo, é um performer e tanto. E deixou o processo bastante divertido", contou o diretor sobre o seu último trabalho em videoclipes até o momento.