Uma seleção de clipes sobre o fim do mundo

Redação Publicado em 22/11/2012, às 19h23 - Atualizado às 19h30

Aerosmith
Reprodução/vídeo

“Till The World Ends”, Britney Spears

O título da música já explica muita coisa. O vídeo, com direção de Ray Kay, começa, inclusive, mostrando a data 21 de dezembro de 2012, que naquela época (abril do ano passado) ainda estava longe.


“Helena Beat”, Foster the People

Los Angeles é uma cidade destruída e distópica nesse clipe futurista meio Mad Max. Todos os conceitos de violência e tragédia aparecem no vídeo em algum grau.


“4 Minutes”, Madonna com Justin Timberlake e Timbaland

“Apenas quatro minutos para salvar o mundo.” Com essa ideia na letra, esperava-se mais um vídeo apocalíptico, mas o modernoso clipe tem esteiras, carros e passos coreografados, enquanto Madonna e Justin posam com ares de super-heróis conceituais em um mundo em que um fundo tridimensional engole tudo e todos. Ah, e tem um relógio que marca o tempo que eles têm para salvar o mundo.


“Earth Song”, Michael Jackson

O premiadíssimo clipe gira em torno da destruição e do renascimento da Terra. Com direção de Nick Brandt, foi um trabalho caro, com cenas rodadas em lugares como Floresta Amazônica, Croácia, Tanzânia e Nova York.


“1999”, Prince

Muita gente especulou que o fim do mundo viria mesmo na virada de 1999 para 2000. Não veio. Porém, ficou a expressão “curtir como se fosse 1999”. Na música lançada no início da década anterior, Prince canta que o mundo chega ao fim com a chegada do “00”, com direito ao céu ficando roxo e tudo. Então, por isso, “hoje vamos fazer festa como se fosse 1999”.


“Next 2 You”, Chris Brown com Justin Bieber

As coisas explodem, sai fumaça, o céu fica negro, as pessoas correm em meio aos carros, mas não dá para entender exatamente o que acontece neste fim de mundo, enquanto Bieber e Chris Brown tentam bancar os heróis.


“Fly”- Nicki Minaj com Rihanna

O caminho de destruição indica que algo aconteceu por ali, mas as coisas começam a ficar mais claras quando ninjas entram em ação e Minaj precisa se defender deles. Não dava para esperar algo não maluco dessas duas.


“It’s the End of The World as We Know It (And I Feel Fine), R.E.M.”

O fluxo de consciência da letra, que fala mais em revolução do que em fim do mundo, foi ilustrado com cenas de um garoto skatista remexendo em destroços e mostrando o que encontra pelo caminho. Michael Stipe, explicando a letra, disse em algumas entrevistas que sonhava muito com o fim do mundo e a estrutura caótica da música segue a dos sonhos.


“I Don’t Want to Miss a Thing”, Aerosmith

Não tem clipe mais apocalíptico do que um cuja música serviu de trilha para Armageddon. O vídeo tem entre suas imagens cenas do filme, que tem no elenco Liv Tyler, filha de Steven Tyler, frontman do Aerosmith.