Dez grandes momentos de Chico Anysio na TV

Redação Publicado em 28/03/2012, às 09h19 - Atualizado às 09h36

Chico Anysio
Reprodução

Painho - Neste vídeo de 1987, Chico Anysio é Painho de Todos os Santos, um pai de santo homossexual que consulta seus búzios para a alta sociedade da sua Bahia.
Crônicas do Fantástico 2 - Aqui, Chico Anysio brinca com o fato de que a morte dele tinha sido erroneamente noticiada naquela semana. Faz previsões - proféticas - sobre como reagiriam as pessoas: com reedições de seus livros, reprises de seus quadros e especiais sobre sua vida na televisão.
Nazareno - Neste trecho do programa Chico Total (1996), o funcionário público Nazareno Luís do Amor Divino mais uma vez trata mal sua mulher e usa o famoso bordão: “ca-la-da”. Politicamente incorreto, ele tentava seduzir a faxineira (papel que acabou impulsionando a carreira de Monique Evans, curiosamente) e encerrava dizendo sobre a pobre esposa: "Tá com pena? Leva pra você!".
Zé da Silva - Um amante brasileiro de romances policiais norte-americanos, assim era o detetive Zé da Silva. O personagem que aparecia em Chico Total sonhava ser como os glamourosos agentes da CIA, FBI, Swat, Interpol e outros órgãos internacionais que povoam o imaginário dos apaixonados por histórias de investigação.
Justo Veríssimo - Neste vídeo mais recente, no humorístico Zorra Total, ele dá vida a Justo Veríssimo, político que reúne todas as qualidades abomináveis dos muitos eleitos que habitam Brasília: corrupção, arrogância e falta de caráter em geral.
Crônicas do Fantástico - O final do Fantástico na década de 70 contou com algumas crônicas marcantes de Chico Anysio, com direito a “laugh track” (a trilha de risadas falsas) e tudo. Nesta, do fim de 1977, ele faz previsões para o ano de 1978, falando do carnaval e da Copa do Mundo que vinham pela frente.
O vampiro brasileiro Valdenino Bento Carneiro não usufruía do glamour e beleza que os vampiros sexy de hoje em dia ostentam. O personagem dono do bordão "pra quem ri di eu, minha vingança sará maligrina" foi criado em 1986 e fez sua estreia no Chico Anysio Show.
Alberto Roberto - O ator, com seu ego mais do que exacerbado, se considerava um símbolo sexual. O vídeo ao lado é da estreia de Chico Total (1996) e conta com os convidados Dênis Carvalho (conforme Chico mesmo entrega) e Luiz Carlos Tourinho.
Coalhada - O craque-perna-de-pau Coalhada nasceu em 1973 e integrava o programa Chico City. Ele se achava praticamete um Pelé, mas na verdade era ruim de bola e massacrado pela torcida. Ao lado, ele aparece com o goleiro Raul Plassman, que foi do Coritiba, São Paulo, Cruzeiro e Flamengo.
Professor Raimundo - Talvez este seja o quadro mais famoso criado por Chico Anysio, a Escolinha do Professor Raimundo. A estreia foi em 1952 e, em 1990, ele acabou virando um programa de TV independente. No vídeo, Chico interage com Rogério Cardoso (interpretando Rolando Lero).