Ele está de volta: Galliano é novo diretor criativo da Maison Martin Margiela

Primeiro desfile do estilista pela grife deve acontecer em janeiro

Redação Publicado em 06/10/2014, às 16h15 - Atualizado às 17h21

John Galliano
Jacques Brinon/AP

John Galliano viu o mundo dele desmoronar após os infelizes comentários antissemitas que ele fez em um bar do bairro Les Marais, em Paris, em fevereiro de 2011. Foi demitido da Dior, onde atuava como diretor criativo e era uma das pessoas mais influentes e poderosas do mundo fashion. Agora, o estilista retorna com tudo ao mundo da moda como novo diretor criativo da Maison Martin Margiela.

Doze escândalos do mundo da moda

Ele será responsável por todas as coleções lançadas pela grife, tanto de alta-costura quanto de prêt-à-porter masculinos e femininos. Os primeiros resultados dele como estilista da Martin Margiela devem ser expostos durante a Paris Couture Week, em janeiro de 2015.

No ano passado, o estilista justificou o ataque antissemita afirmando que estava "consumido pelo vício em drogas e álcool". “Eu acabaria internado em um hospício ou enterrado a sete palmos do chão”, disse à Vanity Fair.

O estilista também contou que o pedido feito pela amiga e modelo Kate Moss em 2011 o ajudou muito: “Criar o vestido de casamento de Kate me salvou porque foi a minha reabilitação criativa. Ela me desafiou a ser eu mesmo de novo”.

Modelos que conseguiram se estabelecer em outras áreas do entretenimento

Carregando

Katemoss wedding picture ???????? #instakatemoss #katemoss #instagram #instagood #instalife #instawedding #love #children #beautiful ????

Exibir no Instagram