História da música nos cinemas

Redação Publicado em 02/02/2012, às 14h45 - Atualizado em 03/02/2012, às 16h03

Rock of Ages
Divulgação

Rock of Ages - O filme ainda está para sair - a previsão de lançamento é 15 de junho, nos Estados Unidos. Baseado em um musical da Broadway, ilustrado e sonorizado com o mundo do rock da década dos cabelões, o filme mostra a história de um casal que se apaixona, cuja história é contada com pano de fundo do sucesso das bandas de glam metal da época. Tom Cruise estrela a produção.
Detroit Rock City - Uma das melhores homenagens à época em que fãs da disco e do rock batiam boca sobre qual estilo musical (e de vida) era melhor. Trilhado por canções do Kiss (sendo que uma delas deu o nome da produção), mostra quatro fãs do grupo, integrantes de uma banda cover, tentando de tudo e passando por todo tipo de problema para arrumar ingressos para um show dos ídolos em Detroit. A inspiração vem de produções semelhantes feitas anteriormente com os Ramones, em Rock ‘n’ Roll High School, e Beatles, em I Wanna Hold Your Hand. Fãs da banda se deliciam com algumas piadas internas e ironias que somente os mais atentos percebem, como a afirmação de que o Kiss jamais se entregaria à disco.
Rock Star - Esse filme de 2001, estrelado por Mark Wahlberg e Jennifer Aniston, conta a história do vocalista de uma banda cover que se torna vocalista oficial da banda que ele idolatra. A trama foi inspirada na história real de Tim "Ripper" Owens, que cantava em uma banda de tributo ao Judas Priest e foi escolhido para substituir Rob Halford quando ele saiu do grupo.
Proibido Para Menores - Esta produção de baixo orçamento, feita para a TV, reconta como aconteceu uma das mudanças mais importantes do mercado fonográfico. Mostra as audiências no Senado norte-americano, em 1985, que levaram à implementação do selo "Warning: Parental Advisory" em discos com letras e temas considerados obscenos. A luta para a inserção do aviso foi liderada por Tipper Gore, que foi esposa do ex-vice presidente dos Estados Unidos, Al Gore. Do outro lado da batalha estavam roqueiros como Frank Zappa (interpretado por Griffin Dunne) e Dee Snider, que faz o papel dele mesmo no longa. Veja um techo.
Moulin Rouge - Amor em Vermelho - De todas as muitas produções dedicadas a reproduzir o ambiente do Moulin Rouge na virada dos 1800 para os 1900, esta é a melhor e mais recente – e com mais licenças poéticas. Embora a trilha e algumas outras características tenham sido intencionalmente feitas de maneira “modernizada” e anacrônica, misturando mitos e óperas nesse mesmo caldeirão, o ambiente da cultura boêmia está todo lá: aspectos decadentes de Paris, o artista Toulouse-Lautrec, a tuberculose e o glamour do cabaré.
Cadillac Records - O musical de 2008 explora a era que vai do início da década de 40 até o fim dos anos 60, mostrando a lendária empresa fonográfica de Chicago fundada por Leonard Chess, a Chess Records. O longa conta a história da gravadora com os muitos artistas célebres que gravaram por lá, como Chuck Berry (vivido pelo rapper Mos Def), Muddy Waters, Willie Dixon e Etta James, interpretada por Beyoncé.
Dreamgirls - Em Busca de um Sonho - Baseado no musical de teatro vencedor do Tony, o filme parte da história do grupo The Supremes para relembrar a era de ouro da Motown. Misturando ficção à história verídica, a trama acompanha a evolução do R&B nos anos 60 e 70 seguindo um grupo musical formado só por mulheres, o "The Dreams", controlado por um executivo de gravadora manipulador. Beyoncé também integra o elenco deste filme.
Os Embalos de Sábado à Noite - Um clássico absoluto, o filme retrata a cultura disco iniciada na década de 70. John Travolta, um galã na época, interpreta Tony Manero, um jovem que vive para as noites de fim de semana. Ótimo dançarino, Tony trabalha durante a semana em uma loja de tintas, e se prepara para um concurso de dança. "Stayin' Alive", mega-hit do Bee Gees, é a trilha.
Aconteceu em Woodstock - O festival de Woodstock, em 1969, foi o maior marco da contracultura e do movimento hippie nos Estados Unidos. Nesta comédia baseada em fatos reais, o diretor Ang Lee (O Segredo de Brokeback Mountain) mostra como os donos de uma pousada falida acabam cedendo o terreno para a realização do festival.
Quase Famosos - O apogeu das bandas de rock dos anos 70 e das groupies enlouquecidas serve de cama para a história de William, um garoto de 15 anos que acaba recebendo a missão de escrever uma matéria para a Rolling Stone. Cameron Crowe, diretor e roteirista, escreveu o filme com base em si mesmo: ele escreveu para a revista quando jovem, e teve contato com bandas como Led Zeppelin, Lynyrd Skynyrd e Eagles, entre outras. No filme, William acompanha a vida na estrada de uma banda (ficcional) como essas, chamada Stillwater.