Kanye West seria para a moda o que Michelangelo é para a escultura - segundo ele mesmo, é claro

Rapper se comparou ao artista em entrevista no novo programa de Seth Meyers

Redação Publicado em 26/02/2014, às 17h38 - Atualizado às 21h34

Kanye West pode apresentar sua versão de "Back to Black" em setembro
AP

Durante a entrevista no programa Late Night with Seth Meyers desta terça-feira, 25, Kanye West não perdeu a oportunidade de reclamar sobre o mundo da moda, que censuraria sua visão inovadora sobre design.

As dez maiores brigas da história do rap.

Quando questionado sobre a sua carreira na indústria do estilo, o rapper disse: “Eu faço pinturas, pinturas sônicas. Eu tenho sinestesia, posso ver o som”.

Relembre dez grandes shows da história do Grammy. Entre eles, uma performance de Kanye West e Jamie Foxx.

Ele também se comparou a Michelangelo, pintor e escultor nascido no século 15, responsável por esculpir Davi, uma das esculturas renascentistas mais famosas do mundo, e pintar afrescos no teto da Capela Sistina, no Vaticano. “Eu quero entregar esculturas - é como Michelangelo”, disse. “A igreja queria que ele pintasse e ele queria fazer esculturas. O que é difícil para mim é que eu quero poder usar mármore e fazer esculturas, mas pelo fato de ser uma celebridade e todas essas coisas, eles dizem: ‘Não, você não pode fazer isso, você tem que fazer esse tipo de coleção’.”

O músico, que já está trabalhando no sucessor do álbum Yeezus, também apresentou no programa uma compilação de sete de hits - "Jesus Walks," "Touch the Sky", "Stronger", "Heartless", "All of the Lights", "Mercy" e "Black Skinhead".

Assista à entrevista de Kanye West no Late Night with Seth Meyers abaixo: