Marca franco-brasileira de tênis lança coleção em parceria com estilista o Alexandre Herchcovitch

Solados dos modelos foram feitos com borracha comprada de seringueiros do Acre

Redação Publicado em 09/11/2015, às 15h20 - Atualizado às 16h41

Alexandre Herchcovitch X VERT

Ver Galeria
(3 imagens)

Procurando novas colaborações para a coleção Primavera-Verão 2016, a VERT buscou nas passarelas a criatividade e sofisticação do estilista brasileiro Alexandre Herchcovitch, que desenvolveu junto com a marca uma coleção com quatro modelos de tênis. As peças serão vendidas no site da VERT e na loja do Alexandre Herchcovitch, em São Paulo, com numeração do 34 ao 43, a partir de R$ 475,00.

Doze escândalos do mundo da moda.

“Assim que conhecemos o Alexandre sentimos uma proximidade recíproca, pois ambas as marcas estavam trabalhando com tecidos reciclados e buscando novas formas de produzir uma moda consciente de qualidade e estilo”, explica François Ghislain, sócio da VERT.

Yassine Saidi, diretor global da Puma, fala sobre parceria com Rihanna e paixão por sneakers.

“Desenvolver um tênis com Alexandre foi uma experiência genial, pois é um produto que ele ama e usa todos os dias. Ele agregou um toque de “couture” no nosso universo super clean, com detalhes autorais”, completa o sócio da marca, em comunicado.

Celebridades esbanjam criatividade em trajes no Met Gala 2015.

Para a parceria foi desenvolvido um novo modelo para da marca, batizado de BOLD, “que alinha à criatividade e paixão do estilista paulistano pelos modelos de tênis grandes e robustos ao material premium e fabricação 100% brasileira utilizada pela VERT”, como explica o comunicado.

A coleção conta com quatro modelos fabricados em couro curtido com extrato vegetal, cabedal de tecido reciclado em algodão 100% PET e lona de algodão orgânico sem insumo químico, disponíveis nas versões "extra white", "black", "camel" e "tropicália" que possui a mesma estampado assinada pelo próprio Alexandre Herchcovitch em seu desfile da coleção primavera-verão 2015.

A sola bicolor, desenvolvida para essa parceria, é feita com borracha nativa da Amazônia, comprada de seringueiros do Acre, dentro das regras do comercio justo, sistema defendido pela VERT.