Pulse

Metallica toca por cinco noites seguidas em programa de TV; assista às performances completas

Rolling Stone EUA Publicado em 22/11/2014, às 16h11 - Atualizado às 17h38

Galeria - Metallica na TV (com Craig Ferguson)
Reprodução/Facebook

Cinco hits em cinco noites, foi assim que o Metallica passou a semana inteira em que foi convidado do apresentador Craig Ferguson, no programa de TV norte-americano The Late Late Show. A banda tocou respectivamente “Hit the Lights”, “Fuel”, “For Whom the Bell Tolls”, “Enter Sandman” e “Sad But True”, começando na segunda-feira (17 de novembro) e encerrando na sexta (21 de novembro).



A residência de uma semana é parte da despedida de Ferguson, que anunciou a saída em abril deste ano, após 10 anos à frente do programa (a última transmissão dele será realizada em uma data ainda não revelada de dezembro). “Qual melhor maneira de celebrar a incrível ternura de Craig na CBS do que chacoalhar as paredes por uma semana toda?”, disse Lars Ulrich recentemente à Rolling Stone EUA. “Nada para vender, nada para promover [exceto o relançamento do DVDSome Kind of Monster], apenas um pedido pessoal de Craig.”



A seguir, assista às performances do Metallica no The Late Late Show e, por último, a entrevista que eles deram a Ferguson.


“Hit the Lights”



O Metallica prometeu “balançar as paredes” do The Late Late Show With Craig Ferguson na residência de uma semana, e eles deram início aos trabalhos com uma estrondosa performance da primeira canção gravada pela banda, “Hit the Lights”.



Ferguson apresentou a faixa, lançada pela primeira vez na compilação Metal Massacre, de 1982, e abertura do disco de estreia da banda, Kill 'Em All. O frontman James Hetfield tocou em uma guitarra flying V branca similar a que ele usou para gravar a música, há mais de três décadas, e o baterista Lars Ulrich chegou a ficar em pé para tocar uma parte da canção.


“Fuel”



O Metallica deu sequência à série de apresentações com “Fuel”, o single deles que foi indicado ao Grammy, lançado no disco ReLoad (1997). Hetfield fez a introdução “pseudo-rap” (“Gimme fuel, gimme fire, gimme that which I desire”) com a intensidade usual, enquanto o guitarrista Kirk Hammett ficou encarregado do riff pesado, acelerado e com pegada de blues.



Craig Ferguson ainda brincou ao apresentar a banda como “um grupo de crianças tentando a sorte no mundo do entretenimento”, dando ênfase ao bom cheiro e higiene dos integrantes.


“For Whom the Bell Tolls”



Tocando uma das músicas favoritas dos fãs, “For Whom the Bell Tolls”, o Metallica chegou à metade da semana no The Late Late Show. Na performance, cada integrante da banda ganha atenção ao mostrar a proeza técnica nos respectivos instrumentos, nesta precisa porém azeda versão do clássico de Ride the Lightning.


“Enter Sandman”



“Temos aqui hoje uma banda que é vice-campeã do [programa de TV] American Idol, não é isso, pessoal”, disse Craig Ferguson, brincando, ao introduzir o Metallica na penúltima noite da residência do grupo no programa. A banda tocou “uma das faixas mais características do repertório”, como apontou o apresentador, “uma canção chamada ‘Enter Sandman’.”



Não há nada de pomposo nesta versão da maior canção do Álbum Preto (Metallica) – apenas mais um petardo de uma banda já introduzida ao Hall da Fama do Rock and Roll que vem fazendo isso há mais de três décadas. Ainda assim, Hetfield parece realmente se divertir nos momentos em que solta risadas após o refrão.


“Sad But True”



“Sad But True” foi a música que encerrou a participação do Metallica no The Late Late Show. Totalmente vestidos de preto, os integrantes tocaram mesmo sendo a sexta-feira, 21 de novembro, o “Dia Sem Música”, apresentado por Ferguson no início do programa. Entre os diversos significados, a data é um protesto conta a “bestialização da música como forma de arte”. “É um dia no qual você não deve ouvir música nenhuma... e é exatamente o que a MTV faz todos os dias”, alfinetou Ferguson.



No fim de “Sad but True”, depois que o apresentador deu boa noite à plateia, Hetfield voltou à cena e colocou a guitarra preta dele no ombro de Ferguson, um doce gesto, tendo a vista que ele deixa o programa em 19 de dezembro. É possível que o próximo emprego do comediante escocês seja como técnico de guitarra para o Metallica.