Morre a estilista Clô Orozco, das marcas Huis Clo e Maria Garcia

Ela foi encontrada em Higienópolis, em São Paulo, na frente do prédio onde morava

Redação Publicado em 28/03/2013, às 14h07 - Atualizado às 14h22

Clô Orozco
Divulgação

Foi encontrado na manhã desta quinta, 28, na rua Rio de Janeiro, no bairro de Higienópolis, em São Paulo, em o corpo da estilista Clô Orozco, da Huis Clo e da Maria Garcia. Ela tinha 60 anos e morreu após aparentemente cair do prédio onde morava com a irmã. O caso está sendo tratado como uma investigação de suicídio pela polícia, segundo o portal Terra.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

De acordo com a Polícia Civil, um sobrinho da estilista afirmou que Clô, nascida Clotilde Maria Orozco de García, fazia tratamento contra "esquizofrenia paranoide".

Formada pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo, Clô entrou para a moda na década de 1970. Nove anos mais tarde fundou a Huis Clos, grife que hoje tem três lojas em São Paulo. Atuou inicialmente como diretora de estilo e, depois, diretora geral da empresa, produzindo majoritariamente coleções dedicadas ao público feminino e que foram vistas até o ano passado na São Paulo Fashion Week.

Em 2001, Clô começou uma segunda marca, a Maria Garcia, com looks mais românticos e jovens.