Nike participa do Black History Month com coleção que homenageia a história dos negros

O lançamento, que é uma tradição anual da marca, também apoia iniciativas esportivas em comunidades carentes

Tamara Emy Publicado em 27/02/2016, às 10h56 - Atualizado às 19h48

Nike Black History Month

Ver Galeria
(6 imagens)

Fevereiro é o mês escolhido para que aconteça o Black History Month (“Mês da História dos Negros", em tradução livre), nos Estados Unidos. Desde 2005, a marca esportiva Nike apoia a causa com o lançamento de uma coleção e usando o esporte como ponte para homenagear as conquistas de atletas negros ao redor do mundo.

Gente renomada que é patrocinada pela marca, como o jogador de futebol Blaise Matuidi, os jogadores de basquete Kobe Bryant e Chris Paul e a velocista Sanya Richards-Ross, além de serem esportistas excepcionais, têm histórias de luta contra a desigualdade racial.

Em 2016, diversas modalidades esportivas ganharam seus respectivos modelos de tênis em uma coleção que exibe paleta de cores e padrões geométricos étnicos inspirados na cultura africana.

Parte da renda da coleção é destinada ao fundo Ever Higher da Nike, que se compromete a apoiar e incentivar comunidades carentes por meio de iniciativas variadas ligadas ao esporte e já levantou mais de US$ 2 milhões. A coleção já está disponível no site da marca. Veja imagens dos modelos e seus respectivos preços na galeria acima.

O Black History Month é comemorado todo mês de fevereiro desde 1976, e a escolha do mês se deu por conta do aniversário de Abraham Lincoln e do escritor, orador e abolicionista Frederick Douglass. Essa celebração tem origem no resultado dos esforços do historiador e jornalista afro-americano Carter G. Woodson de conscientizar as pessoas sobre a história da cultura negra e o papel do negro na sociedade. Em 1915, Woodson fundou a Association for the Study of Negro Life and History (Associação de Estudos da Vida e da História do Negro, em tradução livre), que em fevereiro de 1926 deu origem à Negro History Week (Semana da História Negra). O evento incentivou as comunidades a se organizarem para celebrar sua história e refletir sobre a desigualdade racial com performances e leituras. Em 1976, o presidente Gerald R. Ford oficializou a data como o Black History Month.