O diabo existe? Na música pop, a resposta é afirmativa

Redação Publicado em 12/09/2017, às 17h56 - Atualizado às 17h58

Black Sabbath
Getty Images

“Hellhound on my Trail” - Robert Johnson

Segundo a lenda, o bluesman Robert Johnson teria vendido a alma para o diabo em uma encruzilhada em Clarksdale, Mississippi. Seja lá como foi, a vida dele, encerrada em 1938, foi de constante danação. Em “Hellhound on my Trail”, Johnson relata que não consegue ter paz porque o diabo mandou um cão de guarda do inferno para atormentá-lo.


“Eleven Moustachioed Daughters” - The Bonzo Dog Band

Banda inglesa da década de 1960 que misturava comédia com surrealismo, a Bonzo Dog Band relata um ritual maligno nesta faixa do álbum The Doughnut in Granny's Greenhouse (1968). O cantor Vivian Stanshall entoa: “E agora eles desfilam blasfêmias e preenchem o ar fétido com mentiras antigas e o choro dos leprosos. Esta noite ele estará lá”. O ele é claro, é o Rei Bode, como o vocalista diz na letra.


“Dancin with Mr. D.” - The Rolling Stones (1973)

Os Stones tiveram o nome associado ao satanismo depois que lançaram a clássica “Sympathy for the Devil” em Beggars Banquet (1968). Já “Dancin with Mr. D.” ficou relegada ao posto de obscuridade de Goats Head Soup (1973). Os Stones só a tocaram ao vivo na turnê de 1973 e os radialistas implicaram com a canção. Ninguém queria colocar em playlists uma música que começa com os seguintes versos: “No cemitério onde temos o nosso encontro/ O ar cheira mal/ Ele nunca sorri, a boca apenas retorce/ A respiração em meus pulmões começa a ficar densa/ Mas eu sei o nome dele, ele é chamado de Sr. D.”


“Rock do Diabo” - Raul Seixas

O Maluco Beleza usa a base do rock “Honey Don’t”, rockabilly clássico de Carl Perkins, para falar que o Diabo é o pai do rock nesta canção cheia de humor e provocação.


“Angel of Death” - Slayer

A canção do clássico do thrash metal Reign in Blood (1986) descreve as ações do “monarca do reino da morte” comandando o extermínio de judeus no campo de concentração de Auschwitz. O Anjo da Morte seria o demônio encarnado em Josef Mengele, tenebroso criminoso de guerra, que, sob a tutela de Adolf Hitler, realizou horrendas experiências médicas em prisioneiros judeus.


“King of Sodom and Gomorrah” - W.A.S.P.

Nesta canção de 1986, a controvertida banda descreve o demônio como uma entidade decadente, selvagem e poderosa que devora a alma das pessoas enquanto elas ainda estão vivas.


“Black Sabbath” - Black Sabbath

Verdadeira carta de intenções da banda inglesa, “Black Sabbath”, a canção, foi inspirada em uma experiência envolvendo ocultismo e satanismo que o baixista Geezer Butler teve um pouco antes de a banda ser formada. Posteriormente, ele descreveu o que aconteceu para Ozzy Osbourne, que criou a memorável letra.