Os dez melhores momentos musicais dos programas de David Letterman

POR ANDY GREENE Publicado em 20/05/2015, às 19h07 - Atualizado às 19h17

Galeria Melhores Atrações Musicais Letterman: Abre
Reprodução/ Facebook
David Letterman sairá permanentemente do ar em 20 de maio. Esse fato não será apenas o fim de uma das maiores instituições da comédia na história da TV – também encerrará uma vitrine impressionante de talentos musicais. Quase todo episódio do Late Night With David Letterman, na NBC, e do Late Show With David Letterman, da CBS, tinha um convidado musical. O programa foi o lugar em que muitos norte-americanos viram pela primeira vez bandas como R.E.M., Weezer e Future Islands. Escolhemos os 10 maiores momentos musicais da história do talk show e, embora a lista não seja nada completa – poderíamos facilmente chegar a 100 –, são apresentações que vemos várias e várias vezes.

R.E.M. – “So. Central Rain” (1983)

Para a maioria das pessoas fora de Athens, na Georgia, e da cena do rock universitário no início dos anos 1980, o R.E.M. era uma banda basicamente desconhecida, mas teve fama suficiente para marcar presença no programa de Letterman em 6 de outubro de 1983, tocando uma versão inicial de “So. Central Rain (I'm Sorry)”, de seu segundo álbum, Reckoning – que só chegou às lojas sete meses depois. Foi a primeira vez em que o R.E.M tocou em um grande canal de TV e ajudou imensamente a banda a atingir um público maior.


Bob Dylan – “Jokerman” (1984)

Em um universo paralelo, Bob Dylan pôs o pé na estrada com a banda de New Wave The Plugz durante o governo Reagan e revigorou completamente a carreira dele. No entanto, em nosso universo, a banda simplesmente o apoiou em três músicas no programa de Letterman em 1984. É uma verdadeira tragédia, já que esta é, de longe, a melhor apresentação de Dylan na TV até hoje, além de ser um de seus melhores momentos musicais na década de 1980. Quando ele saiu em turnê naquele ano, deixou Bill Graham escolher a banda e acabou ficando com Mick Taylor, Ian McLagan e outros veteranos. Eles são obviamente ótimos, mas não tinham a potência bruta do Plugz. Mesmo assim, sempre teremos esta joia rara.


Sonny & Cher – “I Got You Babe” (1987)

Em novembro de 1987, Sonny Bono era candidato a prefeito de Palm Springs e Cher estava promovendo o filme Feitiço da Lua. O casal divorciado foi ao programa de Letterman e acabou cantando “I Got You, Babe” com Paul Shaffer e sua banda. Os dois não eram exatamente os melhores amigos, mas sabiam que seria algo inesquecível. Se o YouTube existisse na época, isso teria viralizado insanamente na manhã seguinte. Acabou sendo a última vez em que a dupla fez um dueto. Bono morreu em janeiro de 1998.


Bruce Springsteen – “Glory Days” (1993)

David Letterman apresentou o programa na NBC por mais de 11 anos e Bruce Springsteen não apareceu uma única vez – mas isso finalmente mudou no último episódio dele pela emissora. Foi a noite antes do show de Springsteen no Madison Square Garden e ele havia passado o último ano na estrada com sua nova banda. Para esta performance de “Glory Days”, no entanto, ele tocou com Paul Shaffer e a World's Most Dangerous Band; antes da gravação, perguntou a Shaffer se o teclado aguentaria o peso dele. O cantor pulou sobre o instrumento quase no fim da música. Foi o jeito perfeito para Dave encerrar seus anos de Late Night.


Oasis – “Live Forever” (1995)

O Oasis estava explodindo na Europa em meados dos anos 1990, mas os Estados Unidos ainda não tinham se empolgado. Muitas bandas na mesma posição esperam um single decolar antes de atravessar o Atlântico, mas Noel Gallagher e companhia decidiram viajar pelo país, tocando em bares nos EUA, quando poderiam estar se apresentando em estádios na Inglaterra. Foi uma estratégia inteligente que ajudou a banda a construir uma enorme base de fãs do zero. Em 8 de março de 1995, o Oasis estreou na TV norte-americana tocando “Live Forever” no programa de Letterman. “Prazer em conhecê-los”, disse o apresentador. “Ótima música!” Ele falou por muita gente.


Foo Fighters – “Everlong” (2000)

David Letterman era um grande fã do Foo Fighters desde que a banda tocou pela primeira vez no programa, em 1995, e disse muitas vezes que é obcecado pela música “Everlong” – Paul Shaffer e a CBS Orchestra a tocaram umas mil vezes ao entrar e sair dos comerciais. Então, quando o apresentador voltou de uma cirurgia cardíaca em 2000, fez todo sentido trazer Dave Grohl e banda para tocá-la. “Minha banda preferida tocando minha música preferida”, disse. “Senhoras e senhores, Foo Fighters!” Este foi um dos episódios mais emotivos na história do programa e o Foo Fighters fez jus à ocasião, até deixando Paul tocar um pouco de órgão.


Warren Zevon – “Roland The Headless Thompson Gunner” (2002)

A aparição de Warren Zevon em outubro de 2002 foi uma experiência dolorosa, pois o amigo de longa data do programa havia sido diagnosticado recentemente com uma forma incurável de câncer. Letterman dedicou uma hora ao cantor/compositor, que disse que a experiência o ensinou a “saborear cada sanduíche” durante parte da entrevista. Atendendo ao pedido do apresentador (Dave mais tarde alegou ter “implorado” para o músico tocá-la), Zevon encerrou a noite com seu clássico de 1978 “Roland The Headless Thompson Gunner”; embora o artista surpreendesse os médicos ao viver mais 11 meses, esta foi a última música que cantou em público.


Paul McCartney – “Get Back” (2009)

Independentemente de quantas apresentações lendárias aconteceram no palco do Ed Sullivan Theater durante a existência do Late Show, nada superará o que houve ali em 9 de fevereiro de 1964, quando os Beatles fizeram sua estreia na TV norte-americana. Aquele momento mudou o mundo para sempre – então, quando Paul McCartney voltou em 2009, decidiu que não queria retornar ao mesmo palco. Em vez disso, subiu no famoso letreiro do teatro e, em uma recriação da última apresentação em público dos Beatles, no topo do prédio da Apple Records em 1969, fez um show gratuito para a multidão sortuda que se juntou na rua (o vídeo mostra Macca tocando “Get Back”).


Future Islands – “Seasons (Waiting On You)” (2014)

Atualmente, as bandas não têm momentos em que estouram imensamente na TV como tinham na era anterior a internet – agora há muitas formas para as pessoas conhecerem música nova. No entanto, às vezes uma apresentação na TV é tão eletrizante que cria uma sensação viral. Foi exatamente isso o que aconteceu quando a banda de synthpop Future Islands tocou no programa de Letterman. O vocalista Samuel T. Herring transmitiu tanta paixão e energia nos vocais (e movimentos peculiares de dança) que não deu para ignorar. “Olha só isso!” exclamou Letterman. “Quero tudo o que você está tomando. Foi maravilhoso!” O mundo concordou – quase quatro milhões de visualizações no YouTube depois, a aparição acabou virando um momento que definiu a carreira da banda.


Darlene Love – “Christmas (Baby Please Come Home)” (1986 - 2014)

Darlene Love é conhecida por muitas coisas diferentes. Alguns se lembram dela como uma das principais vozes na Parede de Som do produtor Phil Spector, cantando “He's a Rebel”, “Today I Met The Boy I'm Gonna Marry”, “Wait Til' My Bobby Gets Home” e muitas, muitas outras músicas. Outros lembrarão que ela é a esposa de Danny Glover nos quatro filmes da série Máquina Mortífera. No entanto, para os fãs de Letterman, ela sempre será aquela mulher de voz impressionante que aparecia todo mês de dezembro cantando “Christmas (Baby Please Come Home)”. Foi uma tradição anual de 1986 ao ano passado, quando Darlene nos agraciou com uma última performance. Aqui está uma compilação em que ela canta essa música várias vezes ao longo dos anos; as festas de fim de ano parecerão muito solitárias sem isso.