As melhores músicas-tema da franquia 007

Redação Publicado em 05/11/2015, às 17h17 - Atualizado às 17h55

galeria james bond temas
Divulgação

1. “Goldfinger” (Shirley Bassey)

O vibrante chamado é onde começa a faixa, que, seguida do verdadeiro tema de James Bond, desencadeia na voz ferida de Shirley Bassey. No momento em que surge a cantora, a canção se torna tão importante quanto os personagens da trama.


2. “Live and Let Die” (Paul McCartney and Wings)

Talvez a melhor canção de Paul McCartney com o Wings, “Live and Let Die” é ótima. Com ajuda de Linda McCartney e do lendário produtor George Martin, o tema é um incrível retorno à Abbey Road.


3. “You Only Live Twice” (Nancy Sinatra)

O trecho inicial do tema do filme lançado em 1967 talvez seja o ponto alto da carreira do compositor John Barry. Originalmente escrita para Frank Sinatra, mas repassada para a filha dele, “You Only Live Twice” é localizada em algum lugar no Triângulo das Bermudas entre James Bond e o Pacífico Sul. Recentemente a faixa foi reproduzida no fim da quinta temporada de Mad Men.


4. “Skyfall” (Adele)

O mais popular dos temas de Bond, “Skyfall” significou um enorme faturamento desde que a Sony decidiu assinar com Adele. Tal como as outras canções do período de Daniel Craig, “Skyfall” direciona a clássica sugestão da franquia para discussões abstratas de emoções, apesar de trechos do faixa apontarem para alguns acontecimentos do enredo.


5. “Diamonds Are Forever” (Shirley Bassey)

A segunda colaboração de Shirley Bassey com a franquia 007 talvez seja conhecida como a canção menos sexualizada entre todos os temas. Ironicamente, o produtor Harr Saltzman considerou a faixa como algo objetavelmente sexual, presumivelmente corando com a forma como a linha na qual Bassey diz que os diamantes podem "Estimular e provocar- me", sugerindo que as mulheres eram capazes de sentir qualquer prazer que não foi fornecido por um homem.


6. “Nobody Does it Better" (Carly Simon)

O hino de luxúria de Carly Simon para um amante mítico poderia ser uma conversa no saguão de um hotel se não fosse pela obscenidade da letra – algo que poderia ser aprendido por bandas de hair metal. Dentre todas as odes à proeza sexual de Bond, a de Simon certamente é a mais satisfatória.


7. “Thunderball” (Tom Jones)

A demanda para que a canção levasse o título do filme no nome foi feita de última hora, no entanto, em inglês, tudo rima com “Thunderball”. A arrebatadora melodia talvez destoe dos temas dos longas anteriores, contudo, a asfixia na nota final da canção faz sentido para um filme no qual o herói passa boa parte do tempo submerso.


9. “On Her Majesty's Secret Service” (John Barry Orchestra)

Este foi o primeiro tema instrumental de um filme da franquia desde Moscou Contra 007. Sobrepondo uma tranquila e deliciosa melodia com uma linha de baixo que era à frente do tempo, a composição de John Barry colaborou para que 007 se tornasse uma saga que independente da imagem de uma estrela.


10. ”Moonraker” (Shirley Bassey)

Não há como discordar disso: Shirley Bassey é a voz dos temas de Bond, mesmo em sua pior contribuição para os filmes da franquia. Intervindo por causa de um Johnny Mathis frustrado poucas semanas antes de o filme ser lançado, a cantora lembrou ao mundo que ela era uma das únicas que poderia murmurar uma palavra sem sentido como "Moonraker " e fazer disso algo glorioso.


8. “For Your Eyes Only” (Sheena Easton)

Apenas Para os Seus Olhos deveria ser o retorno dos filmes explosivos de outrora. O compositor Bill Conti, no entanto, tinha outros planos, fazendo do tema uma balada oitentista. Sheena Easton foi a primeira (e a última) cantora a ter a cara exposta durante os créditos iniciais.