Para Sensíveis

Estreava Sociedade dos Poetas Mortos

Redação Publicado em 19/02/2015, às 17h38 - Atualizado em 20/02/2015, às 16h07

O inesquecível professor criado por Williams.

O filme Sociedade dos Poetas Mortos foi um dos grandes sucessos do cinema em 1989. O critico Peter Traves comentou a produção dirigida por Peter Weir e estrelado por Robin Williams. "Em 1959, os estudantes empertigados da Welton Academy necessitavam de uma chacoalhada. Isso veio na forma do professor John Keating, um agitado cujo a frase preferida é 'Carpe Diem[Aproveite o dia, em latim"]. Ele faz imitações e introduz a poesia na vida deles, provando que Keats Whaitman e Byron são relevantes e podem ser úteis para conseguir emprego ou conquistar garotas. Keating afeta a vida de sete jovens criam um club chamado Sociedade dos Poetas Mortos", ele detalha. O jornalista relatava que a leveza inicial do filme ganhava um contorno excessivamente dramático "Williams e os rapazes não têm opção a não ser rumar para a conclusão lacrimosa. Muitas pessoas choraram na sala de exibição. Eu também assoei o nariz, o que significa que o filme cumpriu seu papel."