Pela primeira vez na vida, Kate Moss escreve resenha de disco

Modelo, que tem relação íntima com a música, publicou o texto sobre Symphonica, do amigo George Michael, na revista Vogue da Inglaterra

Redação Publicado em 18/03/2014, às 20h23 - Atualizado às 22h06

Kate Moss
Joel Ryan/AP

Não é de hoje que supermodelo britânica Kate Moss se relaciona com a música. Além de ter aparecido em videoclipes de artistas como White Stripes, Primal Scream, Elton John, Marianne Faithfull, Johnny Cash, Paul McCartney, entre outros, ela emprestou a voz e participou como co-autora de algumas canções do Babyshambles – projeto solo do ex-namorado dela, Pete Doherty, ex-Libertines. Desta vez, entretanto, Kate Moss fez algo inédito na carreira: escreveu a resenha de um disco na revista Vogue inglesa.

Galeria: modelos que conseguiram se estabelecer em outras áreas do entretenimento. Entre elas, Kate Moss.

E na primeira empreitada jornalística-musical, não é de se surpreender que Kate Moss tenha escolhido um disco de George Michael – no caso, Symphonica, que foi lançado na última segunda-feira, 17 –, uma vez que os dois são amigos de longa data, já fizeram parceria no vídeo dele de “White Light” (2012) e estamparam juntos a capa de outubro do mesmo ano da Vogue italiana. A relação deles, é bem verdade, torna suspeita a imparcialidade jornalística da crítica.

No texto, Kate Moss diz: “A habilidade de George para se comunicar como intérprete e fazer você se sentir parte de uma jornada é um dom raro. É uma habilidade comum aos grandes da música e, para mim, isso também é o que faz de Symphonica um belo álbum. Todo mundo deveria passar por essa experiência”.

Veja abaixo o vídeo de “White Light”, com George Michael e Kate Moss: