Pulse

Playlist - João Gordo fala sobre o punk paulistano

Redação Publicado em 13/09/2012, às 10h12 - Atualizado às 10h21

João Gordo
Thomas Fuchs

1. “Nada” Olho Seco, 1983

“Foi uma evolução em nível de gravação, impacto cultural e musical.”

Leia mais: artistas brasileiros e estrangeiros selecionam comentam e analisam as canções favoritas de suas vidas.


2. “Crucificados pelo Sistema” Ratos de Porão, 1984

“Foi um marco na história do ‘punk hardcore metal pesado’ sul-americano.”


3. “Os Punks Também Amam” Lixomania, 1982

“Antes, os punks tinham vergonha de falar que também amavam. Achavam que ser punk era só ter ódio puro, mas esta música veio para quebrar a regra.”


4. “Palpebrite” Cólera, 1982

“Esta música na época era muito foda e saiu na coletânea Grito Suburbano.


5. “Desemprego” Fogo Cruzado, 1982

“Retrata a nossa época de office boy que fazia ficha no McDonald’s para virar chapeiro. A polícia era a maior repressão, você ia ‘em cana’ por vadiagem e, se não tinha carteira de trabalho assinada, levava tapa na cara.”

Leia mais: artistas brasileiros e estrangeiros selecionam comentam e analisam as canções favoritas de suas vidas.