Pulse

“Queria libertar os desenhos das minhas músicas”, diz Tulipa Ruiz sobre grife própria

Cantora transformou traços no papel em estampas de camisetas, regatas, vestidos e moletons

Redação Publicado em 25/09/2014, às 18h26 - Atualizado às 20h08

Brocal
Reprodução

Tulipa Ruiz ingressou no mundo da moda de maneira discreta. A cantora começou a transformar desenhos inspirados nas músicas delas em estampas de camisetas que ela acabava vendendo nos próprios shows. “Sempre ficava com vontade de produzir mais”, conta ela à Rolling Stone Brasil.

Relembre músicos que lançaram coleções próprias.

O processo de customização das peças, contudo, teria que mudar. “Eu mesma que comprava a camiseta, estampava e, às vezes, o resultado não ficava tão legal”, explica. “Quis concentrar isso em um outro lugar e desassociar das músicas. Assim eu poderia fazer mais coisas com eles [desenhos], aumentar a produção, pensar em novos modelos e tornar mais acessível.”

Peças, looks e figurinos que marcaram 2013.

Tulipa convocou a empresária dela, Heloísa Aidar, para comandar a aventura fashionista. “Nós olhávamos para roupas lá fora [no exterior], como camisetas, e falávamos sobre como não conseguíamos encontrar coisas com essa qualidade no Brasil, por esse preço. E falando de modelagem de roupa, também.”

Aos poucos, a dupla criou a Brocal. A marca, batizada em homenagem ao hit "Brocal Dourado", tem uma plataforma online de vendas e conta com camisetas, regatas, vestidos e moletons. “Queria libertar os desenhos das minhas músicas. Queria colocá-los para andar por aí, em camisetas, vestidos”, diz ela - que ainda pretende lançar uma loja física com as roupas.

Ouça "Brocal Dourado" abaixo: