Robin Gibb: relembre a voz do integrante dos Bee Gees

Redação Publicado em 21/05/2012, às 18h41 - Atualizado às 18h43

Robin Gibb
AP

“I am The World” – No começo, o irmão mais velho Barry dava as cartas no som dos Bee Gees, escrevendo todas as canções e tomando conta dos vocais principais. Mas aos poucos Robin desabrochou e logo se tornou o principal vocalista. Essa balada dramática é da fase australiana do grupo (1963-66).
"New York Mining Disaster 1941" – O primeiro hit mundial dos Bee Gees, lançado em 1967, enganou muita gente que pensava estar ouvindo mais uma canção experimental dos Beatles. Mas hoje ninguém se confunde. Os vocais de Robin pontuam esta canção lúgubre que fala de uma pessoa que fica aprisionada no fundo de uma mina.
"I Can't See Nobody" – O lado B de "New York Mining Disaster 1941" continha todos os elementos das canções dos Bee Gees dos anos 60: arranjo bombástico, letra paranoica e uma interpretação grandiloquente de Robin.
“I Started a Joke” – Faixa do álbum Idea, de 1968, “I Started a Joke”, com letra sua letra dramática e melodia marcante, se transformou em um enorme hit mundial e cartão de visita de Robin. Mais tarde ela foi regravada pelo Faith No More.
"Massachusetts" – Esta canção foi escrita como uma espécie de resposta a "San Francisco (Be Sure to Wear Flowers in Your Hair)", de Scott McKenzie. Na canção dos Bee Gees, o protagonista tentou ir para São Francisco, mas achou melhor voltar para sua casa em Massachusetts. Com vocais precisos de Robin, foi outro enorme hit mundial.
“Lamplight” – Quando os Bee Gees lançaram o ambicioso álbum Odessa (1969), houve uma disputa para saber qual seria a música de trabalho. “Fisrt of May”, mais comercial e com vocal de Barry, acabou sendo a escolhida. A épica “Lamplight”, cantada por Robin, foi relegada ao labo B, mas até hoje é muito lembrada.
“Saved By The Bell” – Enquanto esteve longe dos irmãos Barry e Maurice, Robin lançou seu primeiro álbum solo, chamado Robin’s Reign (1970). “Saved By The Bell”, o single retirado do disco, fez muito sucesso. A balada chegou ao segundo lugar na Inglaterra.
“Country Lanes” – O álbum Main Course, lançado em 1975, marcou uma mudança no som dos Bee Gees, com o grupo adotando o R&B e o som dançante. Mas ainda havia espaço para baladas, como esta, que traz um dos melhores vocais de Robin.
“Juliet” – Retirada do álbum solo How Old Are You? (1983), esta canção dançante foi um grande hit na Europa e também no Brasil. O clipe foi muito exibido nas TVs do mundo todo à época do lançamento do single.
“For Whom the Bells Tolls” – Um dos grandes hits da última fase da carreira dos Bee Gees, “For Whom the Bells Tolls” foi lançada no álbum Size Isn't Everything (1993) e tem os vocais divididos por Barry e Robin.