Astro de filmes de pancadaria, Steven Seagal pensa em distribuir "sopapos" na política

Ator está seguindo os passos de Ronald Reagan e Arnold Schwarzenegger, que também saíram das telas para os palanques

Redação Publicado em 06/01/2014, às 15h31 - Atualizado às 16h42

Steven Seagal
Divulgação

A classe de atores que se aventuram pela carreira política pode ganhar mais um novo membro. Steven Segal, astro de filmes de artes marciais, está considerando a possibilidade de se candidatar ao cargo de governador do estado do Arizona, nos Estados Unidos. As informações são do site do jornal britânico The Guardian.

Ele pode se espelhar em exemplos que parecem ter funcionado muito bem nas últimas décadas. O mais recente deles foi Arnold Schwarzenegger. Brutamontes do cinema, colecionando papeis memoráveis em filmes de ação como Conan, o Bárbaro a O Exterminador do Futuro, o austríaco conseguiu se eleger governador da Califórnia, entre os anos de 2003 a 2011.

Seagal ainda pode tentar um feito ainda mais grandioso, como de Ronald Reagan. Ele foi ainda mais alto. Depois de também ser eleito governador da Califórnia, cargo exercido de 1967 a 1975, ele garantiu a eternidade do seu nome se tornando presidente dos Estados Unidos, de 1981 a 1989, e tendo se tornado o responsável por negociar os termos de paz com Mikhail Gorbachev, da União Soviética.

Steven Seagal, ao contrário dos outros atores citados, é um lutador de artes marciais dos mais respeitados do mundo. Ele, inclusive, treinou o lutador de UFC brasileiro Anderson Silva, ensinando a ele algumas técnicas do Aikido, modalidade de arte marcial da qual ele é mestre.

A Dança Solitária de Anderson Silva: atacado por todos os lados, o lutador desliza intensamente pela vida pública e permanece como o último homem a ser batido nas arenas do planeta. Mas a meta é chegar ainda mais longe.

O ator de 61 anos, contudo, ainda não sabe se irá, mesmo, entrar para o mundo da política. Mas já disse que pensa em reforçar a segurança na fronteira dos Estados Unidos com México, para evitar o tráfico de drogas. E, bom, se você já viu qualquer um dos filmes dele sabe Seagal, sozinho, poderia resolver essa parada.