Em South Park, até Jesus pede pela libertação das Pussy Riot

Episódio também caçoa do ciclista Lance Armstrong

Redação Publicado em 02/11/2012, às 13h59 - Atualizado às 14h53

Jesus - South Park
Reprodução / Vídeo

Yoko Ono, Madonna, Sting, Paul McCartney, Roger Waters, Peter Gabriel: a lista de condenações contra a prisão das integrantes do grupo feminino de punk Pussy Riot, na Rússia, vai longe. E na noite de quarta-feira, 31 de outubro, ganhou uma presença divina. No novo episódio da série animada South Park, até Jesus pediu pela libertação das roqueiras e ativistas.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O episódio tira sarro da necessidade da sociedade em apoiar causas, sem se aprofundar devidamente no tema. Na cidade, todos passam a usar pulseiras propagadas pelo ciclista Lance Armstrong contra o câncer, que cai em desgraça após o escandaloso caso de dopping.

É aí que surge uma versão em cartoon de Jesus vestindo um roupão pedindo para que as pessoas parem de acreditar piamente nas causas, de usar pulseiras e sorrir. “Vamos manter [as causas] onde interessa, aqui”, diz ele, apontando para o peito. “Em camisetas!”, conclui, abrindo o roupão e exibindo os dizeres “Free Pussy Riot”, na sua roupa.

Assista ao trecho do episódio abaixo: