Virada Cultural: banda Houdinis mantem clima relaxado para aguentar 24 horas de rock

Grupo tocou shows de 1h durante todo o evento, com pausas de 30 minutos entre cada apresentação

Gus Lanzetta Publicado em 07/05/2012, às 00h56 - Atualizado às 12h23

Banda Houdinis tocou durante 24 horas, com intervalos de 30 minutos entre um show e outro.
Gus Lanzetta

Por Gus Lanzetta

“Só mais 53 minutos”, um dos integrantes da banda Houdinis anunciou às 17h03 do último domingo, 6, em velado tom de comemoração. Na reta final da maratona de rock que os músicos decidiram enfrentar, o clima da banda e das cerca de 300 pessoas que rodeavam o palco instalado no Largo Santa Ifigênia, era de relaxamento.

Ao estilo de uma longa jam session, os sete músicos revezavam papéis e improvisavam o quanto queriam, com todo o apoio do público. “Seven Nation Army”, do White Stripes, durou sete minutos e teve direito até a um curto solo de baixo. A pegada despojada dos músicos não veio sem falhas – “It’s The End of The World as We Know It”, do R.E.M., foi cantada no melhor estilo karaokê, com metade das letras se transformando em sons indefinidos na hora em que a memória do vocalista não recordava as estrofes corretas.

O público mal parecia se importar, cantarolando junto e interagindo com o palco: a cada cinco minutos, alguém soltava um sonoro “toca Raul!”, bordão que divertia os músicos e quebrava o gelo. Mesmo assim, os repetidos apelos não fizeram com que versões de Raul Seixas surgissem no repertório improvisado.