Cleo Pires se une a iniciativa contra o maltrato de galinhas pela indústria alimentícia

Atriz é a narradora de vídeo que visa chamar atenção dos brasileiros para o confinamento de animais para produção de ovos

Redação Publicado em 16/10/2015, às 16h08 - Atualizado às 17h39

Cleo Pires em vídeo da Humane Society International (HSI)

Ver Galeria
(3 imagens)

A atriz Cleo Pires é uma das aliadas da Humane Society International (HSI) pela conscientização dos brasileiros contra um grave abuso ao bem-estar animal. “Eu fiquei chocada quando a HSI me mostrou como os animais são tratados na produção de ovos no Brasil”, ela diz.

Conheça dez bichos de estimação que inspiraram o rock e o pop.

A estrela de Salve Jorge e Meu Nome Não É Johnny narra um vídeo que expõe as péssimas condições a que são submetidas a maioria das galinhas que produzem os ovos diariamente consumidos no país.

Assista:

Cerca de 95% das galinhas usadas na produção de ovos em escala comercial passam suas vidas inteiras confinadas em gaiolas de metal tão pequenas que elas não podem sequer andar ou esticar suas asas.

“Estou feliz por ter narrado o filme da organização, Ovos: Gaiolas versus Livres-de-Gaiolas, e espero que ele informe muitas pessoas sobre a origem dos nossos alimentos. Tenho certeza de que os brasileiros também serão contra o tratamento extremamente desumano ao qual as galinhas são submetidas depois de assistir ao vídeo e que farão escolhas mais éticas na hora de comprar alimentos”, completa Cleo.

Brasil ganha primeiro aplicativo de delivery inteiramente vegetariano.

Além de expor o absurdo do confinamento desumano, prática proibida em diversos territórios internacionais e que, segundo pesquisas científicas, pode aumentar o risco de contaminação por salmonela, o vídeo apresenta alternativas para a produção de ovos.