Cocô de pomba, que nada

Redação Publicado em 04/08/2010, às 13h27

Jared Leto é um cara macho. O ator e vocalista do 30 Second To Mars, ao comentar ao Showbiz Spy o "incidente pombístico" do King of Leon, deu uma tirada de onda com a cara da família Followill.

No dia 23 de julho, o grupo teve que parar uma apresentação em St. Louis, Missouri, devido à imensa quantidade de pombos e seus respectivos bombardeios de fezes - que, em um dos momentos, atingiram a boca do baixista Jared Followill. O lugar onde a apresentação ocorreu, Verizon Wireless Amphitheater, sofre há anos uma pesada infestação de pombos durante o verão.

Quando o assunto entrou na conversa de Leto com o Showbiz Spy, o cantor disse que nenhum cocozinho que fosse o levaria a cancelar um show. "Precisaria de um gorila de quase 200 kg cagando na minha cabeça para me tirar do palco", afirmou. Buscando amenizar seu depoimento, complementou: "Mas eu não julgo. Merda é uma coisa muito nojenta, independente do tamanho." É, Jared, merda na boca dos outros é limonada.