Comediante ultrajante

Bruno Mazzeo e Roger, do Ultraje a Rigor, trocaram farpas pelas redes sociais, mas já fizeram as pazes

Redação Publicado em 17/07/2012, às 10h42 - Atualizado às 11h05

Dia do Rock - Roger do Ultraje a Rigor
Reprodução / Flickr oficial

“Bruno e eu já estamos de bem, ok? Foi um engano dele e ele teve a hombridade de admitir.” Foi assim que Roger Moreira, líder do Ultraje a Rigor, encerrou o bafafá que rodou as redes sociais nos últimos dias. Tudo começou na sexta-feira 13, Dia do Mundial do Rock, quando o comediante escreveu o seguinte no Facebook:

“Fico pensando no Ultraje a Rigor, uma das bandas preferidas da minha juventude, vivendo um fim de carreira dramático.”

Roger rebateu bem ao seu estilo: "Coisa feia, Bruninho, confundir uma coisa com outra! Nunca te dei motivo para você ser babaca comigo. A menos que você não possa evitar. Sempre te tratei com respeito e consideração, inclusive quando lhe cedi minhas músicas, para seu finado programa e para seu filme, quando você parecia pensar diferente sobre minha carreira. Carreira, aliás, de mais de 30 anos! Seria até natural se eu estivesse decadente, mas, ao contrário, acabo de lançar um disco que está em primeiro lugar entre os mais vendidos no iTunes. Veja só! O CD nem saiu ainda! Meu nome está escrito de maneira indelével na história da música desse país. O seu, se você tiver sorte, pode um dia ser mais do que uma nota na história de Chico Anysio. Para falar de decadência, você precisaria, no mínimo, ter estado no topo um dia. Mas você é garoto, tem chão ainda. Aprenda com seus erros. Quem sabe um dia você chega lá? Boa sorte! Você vai precisar".

Estava estabelecido o climão. No dia seguinte, Roger postou no Twitter a frase acima, deixando claro que já estava tudo bem entre os dois. Mas a história continuou repercutindo, especialmente porque atualmente o Ultraje trabalha como banda de apoio do Agora É Tarde, programa de Danilo Gentili .