Debbie Harry quase morta por serial killer

Redação Publicado em 11/12/2010, às 19h37

Uma loiraça da música quase foi desta para a melhor ao acidentalmente pegar uma carona com um serial killer, lá nos anos 70. Debbie Harry, a musa do Blondie, falou sobre o ocorrido ao tabloide britânico The Sun.

No começo da década de 70, a cantora aceitou uma carona oferecida "gentilmente" por um desconhecido. Minutos depois sentiu que algo estava errado ao notar que o veículo não possuía maçanetas na parte interna da porta. "Fiquei arrepiada", contou. "Abri a porta do carro pela parte de fora."

Segundo ela, o indivíduo tentou impedi-la, realizando curvas com o carro. "Mas isso me ajudou a me atirar", lembrou Harry. Só depois do ocorrido ela foi saber quem ele era, após vê-lo no noticiário: Ted Bundy, um dos maiores assassinos em série norte-americanos (executado em 1989).