Diana Ross pede decoração “cool” e espelhos grandes como na Broadway nos camarins brasileiros

Cantora norte-americana fará quatro apresentações em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba entre junho e julho

Redação Publicado em 19/06/2013, às 17h05 - Atualizado às 18h00

AP

Diana Ross quer glamour para todos os lados nesta passagem pelo Brasil. Invariavelmente, os pedidos dela funcionam como dicas de bom gosto àqueles que não sabem o que fazer na hora de decorar a sala de casa.

Para Diana, por exemplo, os camarins dos quatro shows que fará por aqui, em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba, precisam ser “cool”. E isso significa paredes brancas, móveis claros e muita luz. Diana não é de invencionices e pediu para que itens com couro ou estampas florais sejam deixados de lado.

Já para os camarins dos dançarinos e da equipe técnica, ela dá uma aula de boas maneiras: pediu para que tenham sofás confortáveis e que não lhes falte comida e bebida.

Todos eles, sejam os camarins dela, seja os camarins da equipe, devem estar equipados com grandes espelhos por todos os lados, nos “moldes dos camarins da Broadway” – uma dica ideal para quem vive em apartamentos ou casas pequenos.

A primeira parada de Diana será em São Paulo. Na cidade, ela tocará em duas noites seguidas, em 25 e 26 de junho, no Espaço das Américas, na Barra Funda. Depois, ela seguirá para o Rio de Janeiro, em show na HSBC Arena, em 29 de junho. A passagem pelo país será encerrada no Teatro Positivo, em Curitiba, na noite de 2 de julho.

Com mais de 100 milhões de discos vendidos ao redor do mundo, Diana Ross completou 69 anos em março de 2013. Uma das primeiras divas da história da música pop contemporânea, Diana despontou no The Supremes, durante os anos dourados da Motown.

Na carreira solo, ela foi igualmente bem-sucedida: é tida como principal influência de artistas do R&B atual e possui uma carteira infalível de hits como “All For One”, “Why Do Fools Fall in Love”, “Upside Down” e “Missing You”.