Do funk ao fofo

Redação Publicado em 17/06/2009, às 19h43

Se atrás de todo grande homem existe uma grande mulher, o jovem francês Séverin achou melhor garantir. Chamou, de uma só tacada, 13 colaboradoras para seu álbum de estreia, Cheesecake. Entre elas está Marina Vello, que em 2007 deu marcha à ré em sua liderança no frenético Bonde do Rolê.

O desfalque da moça, na época, gerou um concurso promovido pela MTV Brasil, que escolheu Laura Taylor e Ana Bernardino como novas companheiras dos DJs e produtores Rodrigo Gorky e Pedro D'Eyrot na banda curitibana.

Mas Marina já pegou o próximo bonde: como Paulo Terron, um dos editores da Rolling Stone Brasil, adiantou em seu blog, ela terá uma música em português no projeto poliglota do francês. E, para quem escuta a ex-líder do ex-trio em "Primeira Canção de Amor", a impressão é que ela virou a casaca funkeira e adotou um estilinho... fofo. Isso. Tão fofo quanto um She & Him da vida - aquele duo indie, com a atriz Zooey Deschanel e o multi-instrumentista M. Ward, que parece ter nascido para a trilha sonora de Juno 2.

Mas não se engane. Desta vez, os versos cantarolados por Vello falam do meninão que a "acorda com torrada e geleia". Em maio, a roupagem veio mais punk: apareceu na rede vídeo de uma "Marina Gasolina" (a própria) reloaded no rock 'n' roll, em dueto com o DJ e produtor britânico Hervé (veja o vídeo aqui). Ah, sim: ela atualmente grava, em Londres, músicas para seu primeiro disco solo.

O projeto de Séverin - "um jovem compositor que nasceu na era dos sintetizadores: os anos 1980" - sai no dia 28 de setembro, com uma cantora para cada faixa (à la 3 na Massa), em várias línguas. Dá para ter um preview no MySpace do rapaz.