Em defesa dos macacos

Redação Publicado em 27/08/2010, às 14h05

Sir Paul McCartney é um cara consciente e protetor dos animais. O ex-beatle, segundo informou o blog da organização não governamental PETA (People for the Ethical Treatment of Animals; em inglês, Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais), enviou uma carta à NASA pedindo que os cientístas reconsiderem o uso de macacos como parte de pesquisas.

O programa da agência espacial norte-americana que submete os macacos à radiação gama (anunciado em novembro do ano passado) foi intensamente criticado por diversos ativistas. A pesquisa consiste em inserir os animais em uma simulação da radiação espacial como se eles fossem humanos em uma missão de três anos em Marte - com o interesse de analisar as alterações físicas sofridas.

Aproveitando o peso de sua palavra, Macca escreveu à NASA pedindo gentilmente que a decisão fosse repensada, e que fossem desenvolvidos métodos alternativos para a pesquisa. "Acredito na habilidade da NASA para investigar os efeitos das viagens espaciais sobre a saúde sem se limitar a experimentações em animais como era feito nos velhos tempos", disse.

E continuou: "Seria terrivelmente decepcionante se, para explorar novas fronteiras e aprender sobre o universo fascinante onde vivemos, começássemos a regredir no tratamento dos animais com os quais partilhamos o planeta". Vale lembrar que antes das primeiras idas do homem ao espaço, macacos eram lançados em órbita como forma dos cientistas analisarem os efeitos da viagem no corpo.