Estudo aponta que quem joga videogame rende mais no trabalho – e o que você está esperando para jogar?

Pesquisadores da Universidade de Denver, no Colorado, mostra que os profissionais que passam horas com o joystick em mãos têm habilidades mais elevadas e retêm mais informações

Redação Publicado em 21/10/2013, às 10h29 - Atualizado às 10h44

GTA 5
Reprodução

Se você for um dos muitos (milhões?) que passam as horas livres e os momentos que deveriam estar com a namorada ou fazendo exercícios na frente da TV, com o joystick em mãos, eis aqui uma ótima razão para todo mundo deixar você em paz: segundo pesquisadores da Universidade de Denver, no Colorado, você está exercitando o cérebro para ser um melhor profissional no mercado de trabalho.

Para entender melhor, o que o estudo promovido pelos norte-americanos explica é que profissionais que jogam videogame trabalham melhor, têm habilidades mais elevadas e retêm mais informações. Quem diria, não é?

Nove trilhas sonoras incríveis de videogames.

Foram 6.476 estagiários ouvidos e estudados para chegar ao resultado. O que se descobriu é que aqueles que passam horas com os respectivos PlayStation 3 ou Xbox 360 (afinal, a quarta geração ainda não chegou às lojas) possuem habilidades 14% maior do que aqueles que não curtem os jogos. Outra boa notícia, os pesquisadores perceberam que o grau de conhecimento dos gamers é 11% superior aos outros, assim como a capacidade de retenção de informação, 9% acima.

Das telinhas para as telonas: clássicos do videogame que foram para o cinema.

Ou seja, se você ainda não começou a jogar GTA V, ou algum desses blockbusters que costumam arruinar relacionamentos duradouros, pode começar. O seu futuro profissional merece!