Fãs de Game of Thrones já podem aprender a falar dothraki

Língua é usada pela raça poderosa e violenta de Khal Drogo

Rolling Stone EUA Publicado em 04/06/2014, às 10h06 - Atualizado em 08/06/2014, às 15h05

Game of Thrones - Khal Drogo
Divulgação

Eis o presente ideal para o fã de Game of Thrones que já tem tudo e muito tempo sobrando: um curso para aprender a falar dothraki, língua fictícia criada para a série de TV, diretamente do criador, o linguista David J. Peterson.

Artista cria propagandas "vintage" usando o universo de Game of Thrones.

Sim, é verdade! Living Language Dothraki: A Conversational Language Course será lançado em livro e CDs, além de um aplicativo para smartphones e uma versão online estendida com uma gramática da língua.

O preço, US$ 19,90, inclui o livro e o box de CDs contendo 200 vocábulos, frases básicas, explicações com pronúncia, guias gramaticais, notas sobre a cultura dothraki e 50 exercícios escritos. A versão expandida online, que custa US$ 30, traz ainda mais uma centena de palavras e frases, uma versão maior do guia de pronúncia, novos diálogos e jogos interativos. Para continuarem afiados com o dothraki, os alunos podem baixar o aplicativo (US$3,99) que traz vários outros exercícios e guias.

George R. R. Martin comenta os acontecimentos chocantes do terceiro episódio da quarta temporada de Game of Thrones.

É possível dar uma olhada em como tudo funciona em uma demonstração ( aqui) e já impressionar os amigos com frases como “Hrazef dik”, que significa “o cavalo era rápido”.

Peterson cria novas línguas desde 2000 e trabalha com a série Game of Thrones desde 2009. Ele também criou e se tornou consultor de línguas alienígenas para as séries Defiance and Dominion (Syfy) e Star-Crossed (CW). Ele lançará um livro chamado The Art of Language Invention em 2015.

Gwendoline Christie (Brienne de Tarth) e Pedro Pascal (Oberyn Martell) falam sobre a quarta temporada da série, a sina dos personagens e da exposição que chega agora ao Brasil.