Guitarrista do Kasabian ganha camiseta de time de futebol italiano, mas não dá sorte ao clube

Redação Publicado em 22/04/2013, às 15h19 - Atualizado às 20h05

Sergio Pizzorno, do Kasabian
AP

Sergio Pizzorno, do Kasabian, está acostumado a ser ovacionado pela multidão. Mas sempre com a guitarra nas mãos, não com uma camiseta de futebol com o número 10 nas costas. O músico britânico, de ascendência italiana, viajou até Gênova, para assistir a uma partida do Genoa contra o Sampdoria, uma das maiores rivalidades locais.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Pizzorno sempre gostou de futebol. Na adolescência, ele fez testes para o Nottingham Forest, mas acabou preferindo seguir na música – uma sorte para o parceiro e vocalista do Kasabian Tom Meighan. No fim do ano passado, contudo, ele participou de um jogo de exibição em Old Trafford, estádio do Manchester United, e marcou um golaço, encobrindo o famoso goleiro David Seaman, que defendeu a seleção inglesa de 1988 a 2002. Veja o vídeo abaixo.

Em Gênova, o músico foi presentado com uma camiseta do Genoa com o número 10 e o seu nome nas costas. Ele deu uma volta olímpica pelo gramado, tirou fotos e assistiu ao empate do time da casa por 1 a 1. Com o resultado, o time segue em 19º, na penúltima posição da tabela e na zona de rebaixamento para a segunda divisão. Talvez ele dê mais sorte se voltar lá com a banda completa.

Veja, abaixo, o vídeo publicado pelo canal do Kasabian do YouTube sobre a visita de Pizzorno ao estádio Luigi Ferraris:

Agora, relembre (ou assista pela primeira vez) o golaço do guitarrista durante um jogo festivo em Manchester, na Inglaterra, em 2012: