Glee vs Kings of Leon

Redação Publicado em 27/01/2011, às 14h00

E a novelinha das 19 horas Glee versus Kings of Leon segue forte, conforme têm informado diversos veículos internacionais. Só para relembrar, vai um resumo: o Kings of Leon não permitiu que suas faixas fossem usadas no seriado musical, o que deixou o criador Ryan Murphy bravo, levando-o a xingar os caras da banda publicamente. Caleb Followill, o frontman, disse não ter compreendido o motivo do fuzuê.

Pois bem. Agora, quem se envolveu na treta toda foi o baterista Nathan. No Twitter, ele escreveu (e posteriormente apagou): "Querido Ryan Murphy, deixe isso pra lá. Procure um terapeuta, faça as unhas, compre um sutiã novo. Feche a sua boca e foque em educar crianças de sete anos a dizerem palavrão". Murphy, então, acusou o integrante de homofobia em entrevista ao blogueiro Perez Hilton. Em um e-mail, ele respondeu:

"Acabei de ler o tuite de Nathan Followill, no qual ele diz que eu deveria 'fazer minhas unhas e comprar um sutiã'. Nossa. Este é um homofóbico precisando desesperadamente de educação. Sou super a favor de manicures, mas não uso sutiã. Acredito que muitos caras gays não usem também. Mas isto diz que Nathan pode levar um grupo de pessoas a um clichê ruim, num período em que jovens gays estão se matando no país por causa do ódio como este.

Considerando isto, eu adoraria sentar com Nathan, ou com qualquer membro do Kings and Leon [sic], e dizer como em Glee realmente amamos a música deles e apoiamos seu trabalho... Mas não dá para perdoar, tampouco rir de seu desprezo evidente com os homossexuais."

Na sequência, o baterista voltou ao assunto em sua página no microblog: "Eu peço desculpas para todos que entenderam errado meu comentário, dizendo que foi homofóbico. Eu realmente não sou este tipo de pessoa. Eu sinceramente peço desculpas." Mais cenas no próximo capítulo.