Italiano Milo Manara coloca a Mulher-Aranha em pose ousada e gera debate

Enquanto isso, HQs trabalham para humanizar as personagens femininas, diminuir suas curvas e aumentar as roupas

Redação Publicado em 20/08/2014, às 12h11 - Atualizado às 12h58

Mulher-Aranha por Milo Manara
Reprodução

No universo dos quadrinhos, o tempo das personagens femininas transformadas em objetos sexuais, em linhas curvilíneas e com roupas minúsculas é passado. As maiores editoras de HQs como Marvel e DC Comics, aos poucos, adequaram suas respectivas heroínas e tudo parecia caminhar para um futuro com saias menos curtas e seios não tão avantajados.

Galeria: os dez piores filmes de super-heróis da última década.

O italiano Milo Manara, porém, foi convidado para fazer uma capa alternativa para o primeiro número de Spider-Woman, a nova HQ da personagem conhecida no Brasil como Mulher-Aranha, que estreia nos Estados Unidos em novembro.

Dez super-heróis que deveriam ganhar filmes próprios.

Manara, desenhista elogiado e prestigiado no universo das HQs, é conhecido pelos desenhos e histórias eróticas e não poupou a Mulher-Aranha das curvas que ele está acostumado a colocar nas personagens dele.

Heróis em LEGO nas HQs? Revistas da DC Comics ganham capas alternativas.

A versão do desenhista, contudo, não caiu bem nos veículos especializados e gerou um debate contra o retorno da objetivação do corpo feminino nas HQs. Seria apenas uma forma de Milo adequar a personagem ao traço dele ou seria uma crítica mais profunda? A Marvel Comics não quis comentar o caso.