Médico alemão diagnostica paciente com a ajuda de House

Jürgen Schäfer exibe a série com frequência para seus estudantes de medicina

Redação Publicado em 07/02/2014, às 16h26 - Atualizado às 16h51

.
Reprodução

No final do ano passado, um traficante de metanfetamina chamado Walter White foi condenado a 12 anos de prisão nos Estados Unidos. Sim, isso na vida real. Agora, a vida volta a imitar a arte, em uma verdadeira “adaptação” da série House (Dr. House, no Brasil). O médico alemão Jürgen Schäfer diagnosticou um paciente a partir do décimo primeiro episódio da sétima temporada da série, “Family Practice”.

Séries de TV que mal podemos esperar para assistir em 2014.

Na história, a mãe da doutora Cuddy, Arlene, interpretada pela atriz Candice Bergen, é internada após apresentar sintomas estranhos, como febre, cegueira, surdez e inchaço dos gânglios linfáticos, e House, eventualmente, identifica um envenenamento por cobalto causado por problemas na prótese de quadril.

Schäfer, ao receber um paciente com sintomas quase idênticos, imediatamente lembrou do episódio da série médica. “Em cinco minutos, eu sabia o que estava errado”, disse à Associeted Press. O médico trabalha no Centro de Doenças Não-Diagnosticadas em Marburg, ao norte de Frankfurt, e exibe House com frequência para seus estudantes de medicina. Ele comprovou, posteriormente, a presença de uma quantidade elevada de cobalto e crômio no sistema sanguíneo do paciente. A prótese de quadril foi substituída e o problema foi resolvido.

“Eu teria diagnosticado mesmo sem o Dr. House”, disse Schaefer. “Poderia ter jogado os sintomas no Google e descoberto o diagnóstico.”