Turismo musical

Redação Publicado em 28/07/2012, às 16h05 - Atualizado às 18h06

Por Robie R.

Dei uma escapada de São Paulo para fugir do frio. Aproveitei para conhecer e pesquisar um pouco sobre a música popular brasileira. Em cada lugar, conheci e conversei com músicos, artistas e ouvintes. Tentei entender a música brasileira pela ótica local. De botequins e quiosques à beira-mar a lobbies de hotéis cinco estrelas, barzinhos com música ao vivo e até lupanários; escutei tudo que pude.

Enfim, juntei o útil ao agradável colhendo muitas informações e variados pontos de vista, neste país tão rico em belezas naturais e culturais.

Ainda longe de casa, fiz uma pequena seleção de músicas que me vieram à mente, enquanto descanso um pouco em um quarto de hotel em João Pessoa, capital da Paraíba.

“Amanheceu, Peguei a Viola”, de Renato Teixeira:

“A Violeira”, de Tom Jobim e Chico Buarque, na voz de Elba Ramalho:

“Capoeira do Arnaldo”, de Paulo Vanzolini, por Renato Braz (violão e voz) e Bré (percussão):

“Bye Bye Brasil”, de Roberto Menescal e Chico Buarque, por Chico Buarque:

“Cuitelinho”, música folclórica, nessa versão interpretada por Mônica Salmaso, acompanhada por Paulo Freire (viola). Versos adicionais criados por Paulo Vanzolini:

“Viagem”, de João de Aquino e Paulo César Pinheiro, por Emílio Santiago:

“A Dois Passos do Paraíso”, Blitz:

“Longe de Casa”, de Eduardo Gudin e Paulo Vanzolini, por Eduardo Gudin:

“Tô Voltando”, de Maurício Tapajós e Paulo César Pinheiro, na voz de Simone:

Agora que o sol não está mais tão forte, vou até a praia. Mas “eu tô voltando”...