Paul McCartney responde mensagem de fãs 50 anos depois

"Antes tarde do que nunca", comentou o Beatle

Rolling Stone EUA Publicado em 30/09/2013, às 16h39 - Atualizado às 16h44

Paul McCartney
AP

Duas mulheres na Inglaterra ficaram satisfatoriamente surpresas ao receber de Paul McCartney uma resposta a uma mensagem enviada 50 anos atrás. Barbara Bezant e Lyn Phillips gravaram o recado em uma fita em 1963 e enviaram a Finsbury Park Astoria, em Londres, onde os Beatles estavam tocando, segundo noticiou a BBC.

“O sonho é apenas chegar perto e te ver, mas acho que isso nunca vai acontecer. Mas podemos sempre viver com esperança, não?”, dizia a mensagem das mulheres que na época tinham 17 e 19 anos. Mas a fita nunca chegou até Paul McCartney.

Galeria: dez grandes parcerias do rock and roll, como John Lennon e Paul McCartney.

Anos mais tarde ela foi adquirida por um historiador local, David McDermott, em um mercado de relíquias. A fita chamou atenção. “Foi como entrar em uma bolha e estar lá quando essas duas garotas estavam gravando”, disse McDermott. “Os cabelos da minha nuca se arrepiaram e me perguntei se essas duas garotas ainda estavam entre nós.”

Acontece que estavam – o programa The One Show, da BBC. encontrou as senhoras e as uniram pela primeira vez em 40 anos em uma exposição sobre os Beatles que acontece em Liverpool, e lá receberam uma resposta de McCartney.

Por que o sonho acabou: os bastidores da saga dos Beatles – e as forças que esfacelaram a maior banda de todos os tempos.

“Olá Linda e Barbara, muito obrigado pela amável fita. Finalmente chegou, antes tarde do que nunca”, diz a carta do Beatle. “Muito bom ouvir que vocês se encontraram depois de todos esses anos. Continuem aproveitando a música, com amor, Paul.”