Prisioneiros na Austrália usam técnica de Walter White para acender cigarros

Resultado da brincadeira: mais de 400 televisores danificados

Redação Publicado em 07/09/2013, às 11h18

Walter White
Reprodução

Alerta de spoiler: você pode descobrir coisas que não queria sobre a primeira parte da quinta temporada de Breaking Bad.

Walter White é um cara muito esperto e cheio de artimanhas científicas que o ajudam no mundo do crime. E agora ele pode ser o responsável pela destruição de mais de 400 televisões em um presídio da Austrália, segundo noticiou uma publicação local. Como? Dando um mau exemplo para os telespectadores.

Durante o sexto episódio da quinta temporada de Breaking Bad, Walter White, interpretado por Bryan Cranston, é atado a um radiador por seu então parceiro de crime Mike Ehrmantraut. Ele precisa encontrar uma forma de escapar, e surpreende seus fãs ao utilizar a corrente elétrica de uma cafeteira para fazer faíscas e queimar a fita que o prendia (e consequentemente queimar parte de sua pele também).

Os 10 assassinatos mais marcantes de Breaking Bad.

Acontece que detentos da prisão de Queensland criaram técnica semelhante para acender cigarros e destruíram os cabos elétricos de centenas de televisores. Não se sabe se de fato tiveram a ideia a partir da série, mas é no mínimo uma grande coincidência que o caso ocorra justamente semanas após a exibição do episódio.

Veja resumo das cinco temporadas de Breaking Bad e vídeo com bastidores da série.

Esta foi apenas uma das lições de Mister White, que ainda pode dar mais algumas aulas de crime nas próximas semanas. Breaking Bad está em sua reta final – faltam apenas quatro episódios para que a trama iniciada em 2008 chegue ao fim.