Roberto Justus no país das bandas novas

Redação Publicado em 17/09/2010, às 13h10

Roberto Justus, que apresentou na última quinta, 16, o prêmio de banda revelação no VMB, não gostou do jeito como os meninos do Restart, campeões na categoria, foram vaiados pelo público.

Logo após o ocorrido, Justus falou à imprensa. "O prêmio é indicado por algumas pessoas, mas referendado por muitas. Então, a galera que estava aí também votou neles. Todos esses prêmios não foram dados por um número pequeno de pessoas. Tem que respeitar, os caras mereceram. E ganharam logo depois algum outro prêmio, os caras são feras mesmo", declarou.

Na verdade, o Restart recebeu cinco prêmios ao longo da cerimônia - todos a que foram indicados - e foram vaiados sempre que subiam ao palco.

Justus ainda foi indagado se achava que os garotos coloridos tinham merecido o prêmio que entregou a eles: "Devem ter merecido, mas eu acho que as pessoas deviam estar torcendo pra algum outro."

Eles podem ser "feras" para Justus por terem levado tantos troféus, mas o apresentador confessou que não poderia opinar muito porque, na verdade, não conhecia bem a banda. Ou melhor, admitiu que não sabia muita coisa sobre grupo nenhum que estava na cerimônia realizada pela MTV. "Eu estava dizendo ali com a maior sinceridade do mundo, eu apresentei um prêmio de alguém que eu nem sabia quem era. Na minha faixa etária é assim que funciona, a gente ouve as músicas e depois associa quem é quem. Se eu ouço NX Zero, se eu ouço Otto, se eu ouço Restart... eu conheço as músicas, mas eu nunca ligo ao nome", revelou no melhor estilo peixe-fora-d'água-assumido.

"Meus filhos sabem tudo de cor, sabem quem está tocando, sabem o nome dos cantores. Tenha a santa paciência, eu não tenho mais idade para isso", brincou Justus, cuja prole de quatro abrange as idades de um a 26 anos.