Roubando leite e gasolina

Redação Publicado em 26/08/2010, às 16h42

Senhor Robert Plant ladrão? Pois é, o ex-frontman do Led Zeppelin, uma das mais bem-sucedidas bandas da história do rock, pode hoje ter o bolso cheio da grana, mas admitiu que em dias de vaca magra (antes da formação do grupo) não hesitava em dar umas roubadinhas discretas por aí visando sua sobrevivência.

Em entrevista ao britânico Express, Plant revelou que, na época em que integrava o grupo Band of Joy junto ao baterista John Bonham (com quem mais tarde formou o Zeppelin), costumava furtar por necessidade, já que a banda não fazia sucesso. "Éramos melhores roubando gasolina dos carros do que agitando a plateia em um show", contou. "E era sério. Chegamos a um ponto em que precisávamos roubar para não morrer de fome."

E não era só a gasosa que integrava a listas de itens. "Pegávamos garrafas de leite nas portas das casas em Manchester às 5 horas da manhã, antes das pessoas acordarem", afirmou o cantor. Por sorte, tempos depois, Plant e Bonham uniram forças com Jimmy Page e John Paul Jones, formando o Zeppelin - e aumentando significativamente a quantidade de cash nas respectivas contas bancárias.

Plant está lançando seu novo álbum solo, Band of Joy (cujo título homenageia sua antiga banda), que chega às lojas em 13 de setembro.