Pulse

Exclusivo: Peri Pane vive fim de romance doloroso com Bárbara Eugênia no bonito clipe de “Note”

Conheça o vídeo e o primeiro trabalho do cantor, Canções Velhas Para Embrulhar Peixes

Lucas Brêda Publicado em 10/12/2014, às 15h42 - Atualizado às 17h37

O músico Peri Pane
Luís Dávila/Vila Imagem/Divulgação

Por Lucas Brêda

Em 2012, o cantor Peri Pane lançou seu único álbum até hoje, o bem resolvido Canções Velhas Para Embrulhar Peixes, com diversas colaborações entre ele o poeta arrudA. Uma destas parcerias, “Note”, ganha nesta quarta, 10, um clipe reverente e sutil, revelado com exclusividade no Sobe o Som, blog dedicado à música alternativa na Rolling Stone Brasil.

Exclusivo: Tagore lança clipe de “Poliglota”.

Com participação da cantora Bárbara Eugênia, o vídeo apresenta um enredo não linear, contando uma história genérica – mas cuja estrutura é o arquétipo da música. “O que a gente nutre/ Um dia desses repercute”, canta Pane, reproduzindo os versos de arrudA. O romance do clipe se dissipa em uma discussão acalorada do casal, em uma estrada afastada, enquanto cenas anteriores ao término são exibidas em forma de lembrança, mas sem saudosismo.

Bernoldi cria “Pasárgada boêmia” no clipe de “Kingston”

“É engraçado porque as coisas realmente têm um tempo para acontecer”, comenta Pane. “Eu musiquei esse poema em 2008 e demorou até 2012 para a gente lançar a música. Então, acho que faz muito sentido o que fala a letra dele, de espera”. Para transpor o universo das palavras e sons para imagens, Pane passou uma noite inteira reproduzindo as ideias dos diretores (a dupla IÊ, formada por Clara Izabela e Zé Inlê) no bairro do Souza, na pequena cidade de Monteiro Lobato (SP).

Ouça “Sobre o Amor e Pedras”, do Supercordas

“A ideia era que não tivesse uma história com começo meio e fim”, explica o músico. “Mas sim que fossem apenas flashes, e com nada muito certo: a gente não sabe se eles estão juntos, se não estão, se é só um sonho. Queríamos criar uma história meio misteriosa, mas que não fosse fechada. Que, assim como o poema, deixasse essa abertura para as pessoas pensarem o que quiserem”.

Assista ao clipe de “Note”, de Peri Pane

Em time que está ganhando não se mexe. Dois anos após o lançamento de Canções Velhas Para Embrulhar Peixes, Pane já planeja um novo álbum, e quer manter exatamente a mesma tática do último trabalho. “Vai ser o Canções Velhas – Vol. 2, cara”, adianta ele. “É o mesmo conceito: parcerias com o poeta arrudA e os mesmos músicos que tocaram no primeiro disco.”

Pélico prepara novo disco e mostra trecho: “É o mais brasileiro da carreira”

“Vai ser feito igualzinho”, brinca, antes de soltar algumas risadas. “Foi muito bom esse primeiro [disco] e, realmente, deu vontade de continuar. Ainda ficou uma leva de canções, então pensei em dar sequência nesse projeto, desse jeito”. O próximo disco de Peri Pane não deve demorar a ser lançado, três faixas já foram gravadas: “Vamos continuar trabalhando no começo de 2015 para lançar até o meio do ano.”

Ouça Canções Velhas Para Embrulhar Peixes, disco de estreia de Peri Pane