Pulse

João Capdeville recorda-se do pai falecido no melancólico clipe de “Lembra?”

Faixa faz parte de Pausa, EP de estreia do carioca, lançado em agosto do ano passado

Lucas Brêda Publicado em 24/02/2015, às 19h39 - Atualizado em 02/03/2015, às 16h23

O músico carioca João Capdeville
Reprodução/Facebook

por Lucas Brêda

A melancolia latente dos acordes do carioca João Capdeville ganha vida com a produção de Diogo Strausz na faixa “Lembra?” – cujo videoclipe é lançado com exclusividade no Sobe o Som. Capdeville, que lançou o EP de estreia, Pausa, no ano passado, visita as memórias do pai falecido na letra da música, uma das mais tocantes do cancioneiro dele.

Mais no SoS: Atalhos mostra folk “torto” em “José, Fiquei Sem Saída”

“Foi uma fase da minha vida que eu estava passando por algo muito chato”, confessa o cantor e compositor, sem muita firmeza. “É uma música muito dolorida porque em muitos momentos eu me lembro do meu pai, que já está falecido”. “Sorrisos vêm e vão/ Mas nunca hão de ficar”, canta Capdeville – com vocais que remetem ao ex-Los Hermano Marcelo Camelo – em “Lembra?”.

Com o desenrolar da canção, os ecos ficam mais frequentes e entram guitarra e percussão, revelando uma das características fundamentais ao som do carioca: o dedo de Diogo Strausz. Responsável pelo afamado Rainha dos Raios, de Alice Caymmi, e com um disco solo (Spectrum: Vol. 1) recentemente lançado, o produtor acrescenta instrumentos de sopro, backing vocals e dá a dimensão essencial às faixas de Pausa.

Revelação goiana, Carne Doce libera clipe de “Fetiche”

“Conheci o Strausz através de uma amiga em comum”, conta Capdeville. “Então, entrei em contato com o Diogo – gostei dele –, e a gente foi aos poucos montando o time”. O “time” de instrumentistas gravou o EP de estreia do cantor – com assinatura de Strausz – em junho, e ele foi chegou à internet em agosto do ano passado.

Para o clipe de “Lembra?”, Capdeville conta com o auxílio dos diretores Fernando Neumayer e Luís Martino, da produtora carioca Tocavídeos. “A ideia do clipe veio do Fernando e do Luís – e eu dei aqueles pitacos de sempre”, ri o músico. “Passei para eles a ideia que eu queria transmitir no clipe – que são as mesmas da música –, de solidão, melancolia e, principalmente, nostalgia.”

Assista ao vídeo de “Shooting Star”, do The Soundscapes

O vídeo foi gravado em um único dia, segundo Capdeville, “bem simples de se fazer”. Conheça abaixo.

Ouça também o EP de estreia de João Capdeville, Pausa.