Treta nerd

William Shatner e Carrie Fisher trocam farpas e reacendem a chama da velha disputa entre Star Wars e Star Trek

Redação Publicado em 29/11/2011, às 10h46 - Atualizado às 10h56

Se hoje em dia os fanáticos por Harry Potter e Saga Crepúsculo mantém uma briga (quase sempre) saudável debatendo qual dos dois é melhor, não é de agora que os fissurados por Star Wars e Star Trek batem boca tentando argumentar qual franquia é mais merecedora de levar embora seu rico dinheirinho.

Mas de algum tempo para cá, essa disputa ganhou outra dimensão quando a Princesa Leia de Star Wars (ou melhor, a atriz Carrie Fisher) e William Shatner, o eterno Capitão Kirk, começaram a trocar farpas a esse respeito.

O pontapé inicial foi uma entrevista dele, em que diz que sua cinessérie é melhor em diversos aspectos e que Kirk e Leia deveriam ter tido um caso, para selar a união perfeita entre as duas histórias. Carrie Fisher respondeu em outra entrevista, defendendo Star Wars como muito superior e desafiando o ator para uma batalha de figurinos.

Na última segunda, 28, o nível da conversa baixou. No vídeo intitulado “Dearest Carrie”, que Shatner postou em seu canal no YouTube, ele pega pesado em sua defesa de Star Trek, atacando o “concorrente”. Ele afirma que não há história ou personagens em Star Wars, apenas efeitos especiais. A argumentação segue com pontos específicos de cada trama. Mas a coisa fica tensa mesmo quando ele responde às cutucadas de Fisher dizendo “espere até chegar na minha idade para ver o quanto de peso vai ganhar”. Mais à frente, diz, a respeito da “batalha dos figurinos”: “quanto a você de biquíni e eu na minha fantasia... não sei se estamos prontos para te ver de biquíni, Minha roupa era feita de material elástico, conseguiria vestir, mas você de biquíni... agora?! Exigiria mais do que adaptar aqui e ali, é uma questão de ‘levantamento’”. Ouch.

A história do biquíni, só para recapitular, diz respeito à famosa cena da atriz em O Retorno de Jedi (1983), na qual usa um lendário biquíni dourado que deixou muita gente babando e a transformou em símbolo sexual imediatamente.

Se essas farpas todas forem mesmo reais e os atores tiverem sentimentos tão fortes um em relação à saga do outro, a tendência é que a briga não pare por aqui e mais desses vídeos ácidos acabem na internet.

Assista abaixo aos três vídeos, do mais antigo ao mais recente.