Pulse

Veja a irônica "resenha" de James Corden para a cinebiografia sobre Britney Spears

Rolling Stone EUA Publicado em 22/02/2017, às 19h14 - Atualizado às 21h45

James Corden
Reprodução

Por Rolling Stone EUA

Depois de ter passado o sábado doente em casa, James Corden dedicou um segmento inteiro do Late Late Show (programa que ele apresenta) para recapitular Britney Ever After, cinebiografia da vida de Britney Spears que ele assistiu enquanto estava de cama.

Produzido pelo canal de TV norte-americano Lifetime, o filme conta a história da juventude turbulenta da cantora pop, salientando pontos como o relacionamento amoroso que ela teve com o músico Justin Timberlake.

O longa-metragem apresenta Britney como uma jovem distraída, sorridente e viciada em salgadinhos. Mas, para Corden, o que realmente roubou a cena foi a linguagem usada pelo personagem de Timberlake.

O apresentador ressaltou a cena em que o ex-'N Sync e a autora de “Oops!...I Did it Again” terminam o relacionamento deles com uma competição de dança ao estilo dos anos 1990 que teria durado 10 minutos (“mas nós precisamos cortar sete deles”, brincou Corden).

Ele ainda ironizou que a equipe criativa do filme “gastou tanto dinheiro com roteiristas e atores que acabou ficando sem fundos para bancar os direitos autorais das músicas de Britney”. Em vez disso, eles usaram versões semelhantes aos hits da cantora.

Assista abaixo ao vídeo.