Willie Nelson anuncia a própria marca de maconha

O produto, batizado como Willie’s Reserve, chega em 2016 aos estados norte-americanos que legalizaram a droga

Redação Publicado em 29/03/2015, às 11h00

O músico Willie Nelson durante a cerimônia de premiação do Grammy 2014
Jordan Strauss/AP

Aos 81 anos, Willie Nelson, uma das maiores lendas do folk, anunciou o lançamento da Willie’s Reserve, uma marca de maconha que será comercializada em todos os estados norte-americanos que legalizaram o uso da droga.

Neil Young gravará disco em parceria com os filhos de Willie Nelson.

Nelson terá como parceiro o empresário Michael Bowman, um dos maiores incentivadores do antiproibicionismo nos Estados Unidos. Os produtos chegarão às lojas em 2016, sendo distribuídos apenas em lojas físicas.

Em entrevista ao Daily Beast, Bowman afirmou que o antiproibicionismo tem como objetivo resolver questões que vão além da liberdade individual do usuário. "Todos os anos gastamos milhões de dólares em uma guerra perdida, todo esse dinheiro poderia ser revertido para o tratamento de viciados e educação sobre o uso. O proibicionismo certamente é mais danoso do que a regulamentação do uso da maconha".

Rolling Stone elegeu os 100 maiores guitarristas de todos os tempos: veja a lista.

A ação do cantor é reflexo da exploração de um novo mercado. Apenas no Colorado, estado no qual uma decisão histórica permite o uso e o cultivo da droga, o produto arrecadou US$ 1 bilhão.