Anya Taylor-Joy quer ficar 'forte o suficiente' para viver Furiosa em prequel de Mad Max; entenda

Atriz foi escalada para viver Furiosa em prequel durante pandemia de coronavírus

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 25/10/2021, às 11h58

None
Anya Taylor-Joy (Foto: Jon Kopaloff / Getty Images) e Charlize Theron em Mad Max: Estrada da Fúria (Foto: Reprodução/Wsrner Bros.)

Anya Taylor-Joy se prepara para Furiosa, prequel de Mad Max: Estrada da Fúria (2015). O filme original foi dirigido por George Miller e estrelado por Tom Hardy, mas quem chamou atenção foi a personagem de Charlize Theron, quem leva o mesmo nome do spin-off da franquia, segundo informações do IndieWire.

Como o site apontou, as filmagens de Furiosa devem começar em 2022, mas Taylor-Joy já gosta da oportunidade de trabalhar com o diretor australiano. Durante entrevista à Entertainment Weekly para promover Noite Passada em Soho (2021), comandado por Edgar Wright, a atriz chamou Miller de "incrivelmente generoso e tão apaixonado" pelo trabalho.

+++LEIA MAIS: Charlize Theron posta vídeo inédito raspando a cabeça para filme Mad Max; assista

"Já amo trabalhar com ele. Ele é simplesmente o melhor," afirmou a estrela sobre o diretor. "Minha preparação para o papel é apenas para me tornar forte o suficiente para conseguir carregar este filme. É isso que é. É a força emocional, física e mental. Mal posso esperar. Estou tão animada. Não seria Mad Max se não houvesse veículos de algum tipo."

George Miller quis a atriz no papel por conta de Noite Passada em Soho. "Eu sabia sobre Anya, mas nunca a vira em um filme antes de Soho," explicou o diretor a Edgar Wright durante entrevista à revista Empire. "Lembro de ter pensado: 'Puxa, ela é interessante.' Comecei a dizer a você: 'Procuro alguém para escalar como Furiosa,' mas mal consegui pronunciar a frase antes de você dizer: 'Não faça nada além disso, [Anya Taylor-Joy] é ótima e será gigante [em Hollywood]. É fantástico trabalhar com ela.' Você foi tão enfático sobre isso."

+++LEIA MAIS: Mad Max: O que Tom Hardy pensa sobre Furiosa em Estrada da Fúria?

Miller chamou Taylor-Joy para fazer um teste para Furiosa virtualmente, por conta da pandemia de coronavírus. A atriz precisou ler o famoso discurso "estou louca como o inferno," do filme Rede de Intrigas (1976), dirigido por Sidney Lumet.