Blade Runner: Sequência foi 'pior ideia de todas,' diz Denis Villeneuve

"É um território religioso sagrado," diz Denis Villeneuve sobre o filme de ficção científica de 1982

Redação Publicado em 20/10/2021, às 09h43

None
Diretor Denis Villeneuve (Foto: Frazer Harrison/Getty Images for HFA)

Duna (2021), novo filme de Denis Villeneuve, ganhou os holofotes nas últimas semanas devido ao lançamento, que acontece nesta quinta, 21 de outubro. Para discutir sobre a estreia, o diretor não ficou fora da série de entrevistas e, em uma das ocasiões, refletiu acerca da própria carreira, relembrando a sequência de Blade Runner (2017), dizendo ter sido a "pior-melhor" ideia de todas, via Dazed.

Em entrevista ao London's BFI Southbank, publicada nesta terça, 19 de outubro, o cineasta disse que, inicialmente, rejeitou a ideia: "Recusei em um momento, porque pensei ser muito perigoso. Mas, depois de um tempo, conversamos novamente e aceitei. Foi uma experiência muito poderosa e gratificante," contou.

+++LEIA MAIS: Duna: Denis Villeneuve quase desistiu da carreira de diretor após fracasso Blade Runner 2049; entenda

Ele acrescentou sobre a sequência: "Ainda estou muito feliz com a experiência de fazer Blade Runner 2049. Ainda acho que foi a pior-melhor ideia de todas fazer uma sequência de uma obra-prima - é um território religioso sagrado. Você não faz uma sequência de Blade Runner."

Denis Villeneuve revelou que quando recebeu o convite para a sequência, ele filmava Sicario: Terra de Ninguém (2015): "Acontece que Ridley Scott [diretor do filme de 1982] é conhecido por estar em muitos projetos ao mesmo tempo - e o tempo estava se esgotando. Harrison Ford queria filmar e Ridley não estava disponível, então eles começaram a procurar outra pessoa e vieram até mim - o que é surreal."

+++ LEIA MAIS: Denis Villeneuve quer dirigir filme de James Bond: ‘Sou um dos maiores fãs’

"Tivemos um encontro secreto no deserto e o produtor insistiu que ninguém nos visse. Ele me deu um envelope [com o título] [...] Fiquei profundamente emocionado só de ter a chance de ler o roteiro. [...] Se eu tivesse que fazer, faria de novo," disse.


Carreira pós-Blade Runner

Denis Villeneuve achou que não dirigiria outros filmes após o fracasso de Blade Runner 2049. Devido às críticas negativas sobre o filme, o diretor pensou que seria o fim da carreira: "O milagre para mim sobre Blade Runner 2049 é o que aconteceu depois: continuo fazendo filmes e eles continuam falando comigo. Eu soube quando fiz esse filme que estava flertando com um desastre," contou ao podcast Happy Sad Confused da MTV.

+++ LEIA MAIS: Denis Villeneuve escolhe filme de super-herói que gostaria de dirigir: 'Conseguiria me identificar'